Low cost argentina estuda investir no Brasil em 2019

Low Cost argentina no BrasilFlyBondi quer operar voos para Florianópolis e Rio de Janeiro

Em meio à crise vivida por um dos principais player do mercado doméstico, a Embratur recebeu a visita de representantes da FlyBondi. Realizado semana passada, o encontro com executivos da low cost argentina debateu a possibilidade da empresa operar no Brasil a partir de 2019.

Segundo Teté Bezerra, presidente da autarquia, a ampliação da oferta de voos internacionais é fundamental para o turismo nacional. ”O bom relacionamento com todas as companhias aéreas é uma das nossas ações estratégicas na promoção do turismo no país”, diz. 

A afirmação vai de encontro com a demanda de lideranças do turismo ouvidas recentemente pela reportagem do Hotelier News. Para muitos deles, a ampliação da malha aérea no país é uma medida estratégica para o desenvolvimento do setor.

Brasil e Argentina

A reunião ocorre um mês depois de o governo brasileiro assinar MP (Medida Provisória) que elevou para 100% a participação de capital estrangeiro nas companhias aéreas brasileiras. A aproximação se justifica pelo fato da Argentina ser o principal mercado emissor para o Brasil.

A FlyBondi, inclusive, já confirmou as praças de seu interesse: Florianópolis e Rio de Janeiro. Por sua vez, a partida dos voos aconteceria de Córdoba e Buenos Aires. Atualmente, a empresa realiza voos para duas cidades fora da Argentina: Assunção, no Paraguai, e Punta del Este, no Uruguai.

Caso o governo brasileiro autorize a Flybondi, ela se juntaria a Norwegian Air, que, em novembro, recebeu autorização da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) para operar voos low cost entre Brasil e Reino Unido.

(*) Crédito da foto: Iwan Shinko/Unsplash

Comentários