Lucro líquido da Marriott International sobe 25% no 2º trimestre

Marriott International - resultados financeirosRede somou mais 142 hotéis ao portfólio global

A Marriott International divulgou ontem (7) os resultados financeiros do segundo trimestre de 2018. No período, o lucro líquido da rede americana somou US$ 610 milhões, alta de 25% frente igual intervalo de 2017. Já o EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) subiu 15%, para US$ 939 milhões, na mesma base de comparação.

No balanço divulgado, a empresa destacou o bom desempenho em RevPar. No período, o indicador apresentou crescimento (em dólares constantes) de 3,8% globalmente, 5,7% fora da América do Norte e 3,1% na América do Norte. “Ficamos satisfeitos com nosso desempenho no trimestre. Na América do Norte, a boa movimentação de negócios nos permitiu elevar as diárias no período”, destaca, em nota, Arne Sorenson, CEO da Marriott International.

As taxas de administração e de franquia totalizaram US$ 775 milhões no segundo trimestre, aumento de 12% frente igual período de 2017. “Desde a aquisição da Starwood, reciclamos um capital total de quase US$ 1,8 bilhão, superando nossa meta de US$ 1,5 bilhão até o final de 2018. Para este ano, esperamos devolver mais de US$ 3,1 bilhões aos acionistas por meio de recompras de ações e dividendos. Até o momento, já devolveram US$ 2,2 bilhões aos acionistas”, informa Sorenson.

Marriott International - Arne SorensonSorenson: bom desempenho dentro e fora dos EUA

Marriott International: mais números

A rede americana adicionou 142 propriedades (23.287 quartos) ao portfólio global no segundo trimestre. Em paralelo, 16 hotéis (3.117 apartamentos) saíram do inventário da companhia no mesmo intervalo de tempo. Ao fim do período, o sistema de hospedagem da Marriott abrangia 6.717 unidades, incluindo resorts de timeshare, com aproximadamente 1,28 milhão de habitações. Entre as aquisições recentes estão a conversão do antigo Trump Hotels na Cidade do Panamá e os empreendimentos previsto na joint venture com a Bulgari Hotels & Resorts.

Ao final do trimestre, o pipeline de desenvolvimento mundial da Marriott International soma 2.740 propriedades (466 mil quartos). Nessa conta estão 1.148 unidades (213,5 mil apartamentos) em construção e outros 253 hotéis (41,5 mil habitações) aprovados para desenvolvimento, mas sem contratos assinados. Estudo da Lodging Econometrics aponta que as aberturas previstas pela empresa é quase um terço de todos os novos hotéis nos EUA.

“Nossos proprietários parceiros abriram mais de 82 mil quartos nos últimos 12 meses, gerando crescimento líquido de 5,7%. Mais de 40% desse acréscimo bruto de quartos estão localizados fora da América do Norte. Além disso, mais de um terço é upper-upscale ou hotéis de luxo”, destaca o CEO da Marriott International.

(*) Crédito da capa e foto: Divulgação/Marriott International

Comentários