Marriott quer expandir 50% no mercado mexicano até 2023

Marriott- MéxicoCom os novos acordos, o portfólio da marca passa para 50 propriedades no país

Dando continuidade ao plano de expansão da rede,a Marriott anunciou ontem (23) o incremento de sua presença no México. A empresa pretende crescer em 50% sua atuação no mercado hoteleiro do país até 2023. Em 2018, o grupo assinou 36 contratos no Caribe e América Latina, incluindo 2300 quartos, sendo 40% do total do portfólio mexicano, que agora conta com 50 propriedades. 

De Mexicali a Cancun, entre outras cidades importantes como Cidade do México, Guadalajara, Los Cabos e Monterrey, a Marriott consolida sua participação no setor latino-americano. “O México continua a ser nosso maior e mais bem-sucedido mercado na região, graças à nossa excelência operacional comprovada, marcas preferenciais e plataformas de negócios geram fortes parcerias de proprietários e franquias”, afirma Laurent Kousemaeker, diretor de Desenvolvimento da Marriott International do Caribe e América Latina. “Estamos entusiasmados com relação a 2019, dado ao nosso forte fluxo e o lançamento da Marriott Bonvoy - programa de fidelidade da rede”, ressalta.

Até o final de 2018, a Marriott tinha 85 propriedades abertas no país, representando 34% de suas 249 unidades em 21 marcas na região. A empresa assinou mais dois projetos no ano passado que aumentarão ainda mais a oferta de luxo do grupo: o Ritz Carlton na Riviera Nayarit, e o Riviera Maya Mexico Edition, o primeiro da bandeira no México. O hotel deve ser erguido e Kanai, na Riviera Maya.

Considerando os acordos fechados no ano passado, a Marriott agora consiste em nove projetos de luxo, totalizando mil quartos. Em 2019, a empresa espera abrir sua primeira unidade Ritz Carlton, o Zadun, em Los Cabos. 

Expansão da Marriott

No início de abril, a rede anunciou os planos de expansão em 40% do portfólio da Ásia e Oceania. Até 2020, a empresa pretende abrir mil unidades na região, gerando 50 mil vagas de emprego. Só em 2019, está prevista a inauguração de 100 propriedades nos continentes, somando 20 mil acomodações.

Já na África e Oriente Médio, a Marriott visa abrir 20 hotéis apenas este ano, totalizando 3 mil quartos. As adições estão alinhadas com a expansão que tem prazo até 2023 com estimativa de investimento de US$ 8 bilhões. 

(*) Crédito da foto: Divulgação/Marriott International

Comentários