Matcher 2019: Amazonas recebe cerca de 600 mil turistas anualmente

De Fortaleza, Ceará*

Matcher 2019- ManausKelma Silva e João Araújo durante o Matcher 2019

O estado do Amazonas é um dos destinos mais típicos do país. Segundo a Amazonastur (Empresa Estadual de Turismo do Amazonas) e a Prefeitura de Manaus – ambos presentes no Matcher 2019, aberto hoje (28), o estado recebe 600 mil turistas por ano, em sua maioria oriundos dos Estados Unidos e São Paulo. 

Durante o evento, as entidades buscam divulgar os atrativos e diferenciais da região para buyers internacionais e nacionais. “Manaus fica a apenas 4h50 de Miami. Temos voos diretos e isso facilita o acesso dos turistas norte-americanos. Infelizmente, o mesmo não acontece com o resto do Brasil”, diz Kelma Silva, assessora da Amazonastur.

De acordo com João Araújo, diretor de Turismo da Manauscult (Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos), o fluxo de turistas aumentou 10% nos seis primeiros meses de 2019 em comparação ao mesmo período no ano passado e esse número deve aumentar. De setembro a março, acontece a temporada de cruzeiros e pesca esportiva no estado, alavancando em até 30% o percentual de visitantes e também com a liberação dos vistos para os EUA, Japão, Austrália e Canadá.

“Os navios e cruzeiros trazem entre 18 mil e 25 mil turistas na temporada. Apenas no primeiro semestre que ainda não acabou, já registramos 200 mil visitantes”, destaca Araújo.

Matcher 2019: mídia

Para divulgar a região, tanto a prefeitura de Manaus quanto o governo do Amazonas têm investido em mídias espontâneas e incentivos. Press trips, fun tours e mídias de bordo são as principais ações realizadas pelo setor de turismo buscando atrair mais viajantes. “Participamos de feiras e eventos, além de oferecermos incentivos para jornalistas com logísticas internas, parcerias com hotéis de selva e urbanos, transporte e técnicos para maiores informações”, ressalta. 

(**) A reportagem do Hotelier News viaja a convite do Travel Matcher Business Opportunities

(**) Crédito da foto: Nayara Matteis/Hotelier News

Comentários