Meliá celebra sucesso de reposicionamento de hotéis e crescimento de canais diretos

Farol do Cabo Favaritx, na Menorca, Espanha
(foto: Pixabay/bertomic)

A Meliá Hotels International celebra os resultados positivos na Espanha, que tem sido um destino chave para as férias na Europa com demanda ainda maior nos últimos anos, devido à instabilidade e insegurança que passam alguns dos seus concorrentes tradicionais no Mediterrâneo e na África do Norte. Os resorts da companhia no Mediterrâneo tiveram aumentos em ocupação acima do obtido no mesmo período em 2015. Este ano a ocupação média da rede está em torno de 80%. 

A Meliá atribui os resultados não apenas as tendências de viagens favoráveis, mas sim aos investimentos no reposicionamento e re-branding de sua carteira priorizando a qualidade dos hotéis à maximização da ocupação. "Esta estratégia nos permite garantir a sustentabilidade do nosso modelo de negócio, uma vez que todos nós esperamos que o excesso de demanda decorrente dos problemas enfrentados pelos outros destinos volte ao normal o mais breve possível", diz Gabriel Escarrer, vice-presidente e CEO da Meliá Hotels International. "Quando esse momento chegar, devemos ser competitivos em relação a nós mesmos, bem posicionados nos segmentos de mercado superiores e competindo com os destinos emergentes não pelo preço, mas pela qualidade e diferenciação", complementa.

Alguns exemplos atestam o sucesso da companhia na estratégia de reposicionamento, como o ME Ibiza, onde o RevPar cresceu 60% em 2015, se comparado ao ano anterior; o Sol Katmandu (Mallorca), que cresceu 58% e o Meliá Cala Galdana em Menorca, que obteve crescimento de 44%. O crescimento dos seus canais de Vendas diretas, especialmente o Melia.com (+27%) e o Meliá Pro (+75%) em 2016, também tem contribuído significativamente para este resultado.

Serviço
melia.com

Comentários