Mercosul busca alinhamento para estimular o turismo multidestino

MercosulLíderes do setor de turismo durante reunião no Uruguai

Uma América do Sul sem fronteiras à disposição do turista. É assim que autoridades do Mercosul enxergam o futuro do setor para os próximos anos. Durante reunião de ministros da pasta em Montevidéu, na semana passada, líderes do bloco discutiram como promover o chamado turismo multidestino. 

Organizada pelo Ministério de Turismo do Uruguai, a reunião debateu, além da promoção conjunta do turismo multidestino, outros assuntos como pesca, prevenção da exploração sexual e Mundial de 2030. Alberto Alves, secretário executivo do MTur (Ministério do Turismo), foi o representante brasileiro no encontro. Na ocasião, ele defendeu a "eliminação das tarifas de importação de bens de capital relacionados aos parques temáticos", tem que pode beneficiar todos os países do bloco. 

Hoje ocupando a presidência rotativa do grupo, Liliam Kechichián, ministra do Turismo do Uruguai, citou alguns dos êxitos do encontro.“Conseguimos um conjunto de resoluções relacionadas à promoção do turismo regional em mercados distantes e trânsitos fronteiriços”, diz. 

Mercosul: mercados distantes

Liliam ressaltou a necessidade de maior alinhamento dos países do bloco nas feiras internacionais. Para ela, é um bom caminho para atrair e aumentar o número de turistas de mercados distantes, como China, Japão e Índia. “O Mercosul como um todo tem a missão de estar presente em feiras internacionais. Isso deve aumentar o número de turistas destes mercados”, avalia. Em outubro, o turismo da China realizou um evento em São Paulo para alinhar uma aproximação entre os destinos.

Durante o encontro, houve ainda uma apresentação de operadores membros da Fedesur (Federação das Câmaras de Turismo da América do Sul). "É a primeira vez que participamos ao lado de operadores privados de um encontro com essas características, agradecemos e compartilhamos o esforço conjunto do setor de turismo", diz Alves.

(*) Crédito da capa: Uruguay Natural/Ministério de Turismo do Uruguai

(**) Crédito da foto: Uruguay Natural/Ministério de Turismo do Uruguai

Comentários