MTur abre credenciamento de novos agentes financeiros para o Fungetur

mtur- credenciamentoHabilitação de novas instituições financeiras dará maior abrangência aos recursos do Fungetur

Logo no início de maio, o MTur (Ministério do Turismo) anunciou um auxílio de R$ 5 bilhões ao setor. Com a primeira parcela já disponível através do Fungetur (Fundo Geral do Turismo), a pasta anuncia mais uma novidade. Visando dar maior abrangência aos recursos ofertados pelo fundo, está aberto o credenciamento para linhas de financiamento de bancos públicos, privados e cooperativas de crédito por todo país.

Em vigor desde ontem (7), a habilitação de novas instituições financeiras busca resolver uma das problemáticas apontadas pelo setor. Diante das críticas à falta de acesso às linhas de crédito, a nova medida articula um novo caminho para os prestadores de serviços turísticos na questão de acesso ao crédito. Atualmente, 17 bancos de fomento oferecem financiamento para empreendimentos do turismo.

Segundo Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo, a medida é de grande importância para a sobrevivência do setor turístico brasileiro. “A chegada de novos parceiros para o Fungetur possibilitará um maior escoamento do nosso recurso no setor, fazendo chegar àqueles que mais precisam neste momento.  Essa é mais uma ação do Ministério do Turismo para garantir que nosso setor, essencial para a economia, não sofra com o desmonte e saia dessa crise o mais inteiro possível”, apontou.

MTur: credenciamento

Aos interessados na habilitação, é necessário seguir alguns pré-requisitos. Dentre eles a idoneidade econômico-financeira e regularidade jurídico-fiscal. E ainda não ter sofrido penalidade de suspensão ou declaração de inidoneidade por parte do poder público e outros estabelecidos no edital e anexos. Outro item observado será a aplicação de taxas de juros de 5% a.a. + INPC em todas as modalidades de financiamento ofertadas com recursos do Fungetur, o que facilita o acesso das empresas ao recurso.

Do total de recursos disponibilizados aos agentes credenciados, ao menos 80% são para crédito a micro, pequenas e médias empresas, deixando até 20% para grandes companhias. As áreas contempladas pelo acesso vão desde acampamentos turísticos, agências de turismo, meios de hospedagem, parques temáticos, transportadoras turísticas a até mesmo casas de espetáculos e equipamentos de animação turística. Incluindo ainda centro de convenções, empreendimentos de apoio ao turismo náutico ou à pesca desportiva, empreendimentos de entretenimento e lazer. Além de parques aquáticos, locadoras de veículos, organizadores de eventos, prestadores de serviços de infraestrutura de apoio a eventos, prestadores especializados em segmentos turísticos, além de restaurantes, cafeterias e bares.

(*) Crédito da foto: Divulgação/MTur

Comentários