MTur: Brasil fará acordo turístico com Peru, Chile e Argentina

MTur: Brasil fará acordo turístico com Peru, Chile e ArgentinaMministro diz que setor se conecta com muitos outros segmentos de negócios

O Brasil, ao lado de países como Peru, Chile e Argentina, deverão assinar um protocolo de intenções para fortalecer o turismo regional. O documento começou a ser costurado pelo MTur (Ministério do Turismo) com os vizinhos sul-americanos durante o Fórum de Líderes da Aviação, da Alta (Associação de Transporte Aéreo da América Latina e Caribe).

Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo, participou do evento apresentando os números do setor. Destaque para a ampliação da presença de turistas do Canadá, Estados Unidos e da Austrália, após a isenção do visto

MTur: América Latina é produto único

O ministro também lembrou que a América Latina precisa ser pensada como produto turístico único. Para ele, cada país precisa fazer a sua parte, pois o setor é uma indústria que rompe fronteiras e se conecta com outros segmentos. "Essa aproximação com nossos vizinhos fortalecerá a conectividade e desenvolverá o turismo de toda a região", complementou. Ele lembrou a Rota das Missões, que integra Brasil, Argentina e Paraguai é um destino turístico que atrai visitantes nacionais e internacionais.

As autoridades se comprometeram a formatar um documento com desafios de cada país a serem discutidos em um próximo encontro. Edgar Vásquez, ministro do Turismo do Peru, adiantou um ponto que merece atenção: atração de turistas latino-americanos. "É importante atrair visitantes asiáticos e europeus, mas também precisamos ser referência para o nosso próprio povo", ressaltou Vásquez.

Para Gustavo Santos, ministro do Turismo da Argentina, governos e a indústria de transporte aéreo devem trabalhar em parceria. "O objetivo é criar pontes e facilitar a conectividade. Temos que pensar no turismo como um ecossistema. Temos que trabalhar juntos na promoção dos nossos destinos e criar ações em conjunto para desenvolver essa conexão", concluiu.

(*) Crédito da foto: Roberto Castro/MTur

Comentários