MTur credenciará agências de vigens para turistas chineses

MTur credenciará agências de vigens para turistas chinesesMinistro diz que serviços precisam ser aperfeiçoados para a China

Os turistas chineses são os que mais viajam pelo mundo, de acordo com a Organização Mundial do Turismo (OMT). Em 2017, o país recebeu somente 61 mil pessoas vindas daquele país. É neste cenário que o MTur (Ministério do Turismo) lança uma chamada pública para credenciar agencias de viagens para recepcionar os chineses por aqui. As inscrições começam na terça-feira (5) e terminam em 13 de dezembro.

Esse credenciamento é uma exigência do governo de Pequim para que as empresas brasileiras possam receber os visitantes daquele país. Para concorrer ao processo, as agências deverão estar regularizadas junto ao Cadastur

Além da regularização junto ao Cadastur, também é exigida a declaração de ciência dos termos do acordo assinado entre as duas nações e o aceite do Termo de Responsabilidade contido no edital. No Brasil, a pasta é o único órgão responsável por esta seleção e somente empresas autorizadas pela órgão poderão atender aos turistas chineses. Só em 2018, 59 agências de turismo e receptivos foram habilitadas.

MTur: país busca aprimorar serviços

Em 2017, a China firmou um acordo para a facilitação de vistos com o Brasil. O acerto definiu um prazo de validade de cinco anos às autorizações de turismo, permitindo múltiplas entradas e um período de estada de 90 dias, renováveis por mais 90, a cada 12 meses. Antes do acordo, cujas regras começaram a valer no dia 1º de outubro do ano passado, o visto geralmente era aceito por três meses.

Em maio de 2018, o governo brasileiro e a China Travel Service, maior operadora de turismo daquele país, acertaram uma parceria inédita para a estruturação de roteiros customizados, que ampliem a presença dos asiáticos. O MTur atua junto a outros países da América Latina para aprimorar a experiência de chineses na região, a exemplo do trabalho conjunto com a Argentina pela promoção das Cataratas do Iguaçu.

Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo, alerta para que o país aprimore os serviços para despertar mais o interesse dos chineses. "Essa chamada vem para isso: tornar a experiência desses visitantes inesquecível", comentou.

Após a avaliação pelo Ministério do Turismo, o resultado será publicado no dia 20 de dezembro, no Diário Oficial da União (DOU) e no site Turismo.gov.br. As inscrições para a chamada pública podem ser feitas pela internet

(*) Crédito da foto: Roberto Castro/Mtur

Comentários