MTur direciona R$ 500 milhões para empresas do setor em 1ª fase de programa

MTur- financiamentoRecursos atenderão prestadores de serviços turísticos cadastrados no Cadastur

Diante dos impactos do coronavírus no turismo, o MTur (Ministério do Turismo) organiza-se para cumprir promessa e não deixar ninguém pra trás. Ao todo serão R$ 5 bilhões disponibilizados pelo Fungetur ( Fundo Geral do Turismo) de auxílio destinados às empresas do setor. A primeira parcela, no valor de R$ 500 milhões, já está liberada. 

O valor será disponibilizado nas instituições financeiras credenciadas ao Fundo. Definido pela MP (Medida Provisória) 963, assinada no início de maio pelo presidente, a ação visa apoiar empresas durante a crise.

Como critério, o MTur impõe apenas o cadastro ao Cadastur (sistema de cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor de turismo). Terão acesso à linha de crédito diversos tipos de serviço englobados pelo setor, desde agências de turismo a pesca desportiva e outros.

“Seguimos firmes na tarefa de garantir a sobrevivência e manutenção deste setor tão importante para a economia brasileira, responsável por cerca de 7 milhões de empregos no Brasil. Não tenho dúvida de que o turismo brasileiro reúne todas as condições para liderar a recuperação econômica do país e, para isso, precisamos garantir que ele esteja o mais inteiro possível no momento da retomada. Por isso, a importância de garantir este recurso para as empresas”, diz Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo.

MTur: direcionamento dos fundos

Do valor total, a pasta espera que 80%  seja destinado aos empreendimentos de micro, pequeno e médio porte. De resto, poderão ser aplicados às empresas de grande porte. Como vantagem no empréstimo para capital de giro, o programa oferece carência total de até 12 meses. Além de taxa de juros de até 5% a.a. + INPC e prazo de amortização de até 30 meses.

As empresas interessadas terão valor limite de até R$ 30 milhões na solicitação. O recurso pode ser ainda solicitado para Financiamento de Bens e Projeto de Investimentos.

(*) Crédito da foto: Roberto Castro/MTur

Comentários