myHotel chega ao Brasil de olho inicialmente na hotelaria de rede

myHotel - Alex Moura_internaPlataforma da myHotel conta com cinco produtos e atende a 1,2 mil hotéis

Em tempos de internet, reputação digital é tudo. Saber e monitorar o que falam de sua marca, bem como interagir com o público nas crises e nos bons momentos, é fundamental. Várias ferramentas ajudam nesse trabalho e uma delas acaba de desembarcar no Brasil. Trata-se da myHotel, que, mesmo em curto espaço de tempo, já angariou clientes à carteira no país.

Fundada em 2014, em Santiago, a myHotel é uma plataforma de customer experience focada na hotelaria. Por meio de pesquisas de satisfação durante e após estadia, monitoramento de canais e envio de comentários ao TripAdvisor, tudo a partir de processos automatizados, a plataforma visa colocar a opinião dos hóspedes nos pilares estratégicos dos hotéis.

Hoje, a startup chilena possui uma clientela de 1,2 mil hotéis espalhados por 22 países latino-americanos. Recentemente, levantou US$ 1,5 milhão com investidores americanos e espanhóis em uma terceira rodada de investimento para acelerar sua expansão. Nesse projeto, a nova fronteira é o Brasil, onde a empresa desembarcou em outubro.

myHotel: braço no Brasil

Para tocar a expansão no país, a myHotel contratou Alex Moura como vice-presidente de Vendas. Com 15 anos de experiência na indústria de viagens, o profissional ficará baseado em Curitiba e acumula passagens por eRevMax, Tourico Holidays e Carlson Wagonlit Travel, entre outras companhias.

“Como bons latinos, entendemos que os hoteleiros da região não compram apenas algumas linhas de código: é necessária qualidade de serviço, estar próximo ao cliente e adaptado à cultura local”, afirma Félix Said, CEO da myHotel, em contato com a reportagem do Hotelier News. “Estamos preparando uma equipe de brasileiros com o DNA myHotel para fornecer um serviço personalizado e ajudar nossos clientes a atingir seus objetivos”, completa.

myHotel - Alex Moura_1Segundo Moura, taxa de conversão após o free trial chega a 95% dos clientes

Neste sentido, Moura acrescenta que a empresa possui suporte e treinamento em português, em horário comercial do Brasil, além de cobrar em reais. “Temos também um contrato bem flexível, sem nenhuma amarração”, destaca. O executivo acrescenta que, mesmo em tão pouco tempo de operação no país, algumas redes já fazem uso da ferramenta.

 “Há ainda várias outras em fase de free trial. Sabemos da qualidade da plataforma e nossa taxa de conversão após o período de testes é de 95%. Por isso, estamos confiantes na expansão por aqui”, diz Moura, que dá mais detalhes dos planos. “A estratégia de crescimento é começar pelas redes, criar uma sólida carteira no segmento para daí partir para cima dos hotéis independentes”, completa.

Ao todo, a myHotel oferta cinco produtos: Fidelity FollowUp, Fidelity Collect, Fidelity Online, Fidelity OnSite e Fidelity PreStay. O primeiro é o carro-chefe de vendas e mede a satisfação dos hóspedes, além de possibilitar a comparação com o desempenho com a concorrência, entre outras funções. Seu principal diferencial, contudo, é o fato de permitir ao hotel subir opiniões de clientes no TripAdvisor sem que esses tenham conta na rede social.

“A ferramenta automatiza e agiliza a coleta de reviews dos clientes. Isso normalmente redunda em um número maior de avaliações positivas no perfil do hotel, uma vez que clientes satisfeitos acabam não fazendo nenhum comentário. O mesmo não acontece com o insatisfeito, que se apressa a relatar sua experiência negativa”, finaliza.
 
(*) Crédito da capa: Free-Photos/Pixabay

(**) Crédito da foto: arquivo pessoal

Comentários