Nobile Suites Congonhas investe R$ 500 mil em remodelação do restaurante Copa

Restaurante Copa Nobile Suites Congonhas Aline Biondillo, gerente de Vendas; Ronaldo Cury, proprietário do Copa; e Renata Beraldo, gerente geral do Nobile Suites Congonhas

Modernidade e elegância foram os focos do Nobile Suites Congonhas no relançamento do seu restaurante, o Copa, reinaugurado ontem (02) à noite. O investimento na remodelação do espaço, que teve seu projeto arquitetônico totalmente renovado, foi de R$ 500 mil. Já as obras duraram apenas 20 dias, informa Aline Biondillo, gerente de Vendas do empreendimento.

A renovação do restaurante – aberto para hóspedes e não-hóspedes – foi motivada pelo bom momento pelo qual a propriedade atravessa. "O ano de 2017 foi de muito sucesso e o novo restaurante consegue nos reposicionar de uma outra forma”, explica Aline. “Então, tivemos a ideia de torná-lo um cartão de visita, representando a área na qual tivemos nosso maior ganho: MICE", explicou.

Entre as novidades, o Copa teve todo mobiliário trocado, além de ter ganho um lobby bar, que serve uma boa carta de drinques. Já o cardápio contempla a cozinha nacional e internacional. Aline revela que o restaurante vai variar a oferta de alimento, trabalhando com buffet ou à la carte. “Vai depender da ocupação”, explica.

Embora não tenha um cardápio fixo para os públicos fit, vegano, vegetariano e celíaco, a executiva diz que o restaurante dispõe de opções que podem se adequar a todos os gostos. "Para isso, atendemos às solicitações pontuais com alguns itens para diferentes demandas, já que sempre há exceções", declara.

A gerente de Vendas destaca o sucesso em eventos como um dos principais impulsionadores da renovação

Nobile Suites Congonhas

Primeiro hotel da marca voltada ao público corporativo da Nobile Hotéis em São Paulo, o empreendimento fica ao lado do Aeroporto de Congonhas. Está próximo também de centros de convenções importantes na cidade, caso do São Paulo Expo. Não à toa, o público de congressos e feiras costuma encher a unidade

Segundo a gerente de Vendas do hotel, a área de A&B representa 20% da receita e a expectativa, mesmo com a renovação do Copa, é que esse patamar não se altere. "Nosso objetivo é crescer em conjunto. Projetamos crescimento de aproximadamente 10% na receita total este ano", destaca Aline.

Como detalhado pela gerente, 2017 foi marcado pela consolidação definitiva do hotel no mercado. De acordo com Aline, a atenção destinada ao cliente explica o bom momento. "É uma coisa que estava em falta. Em 2017, decidimos abrir nossas portas e corações. O objetivo foi zelar por um atendimento mais carinhoso para deixar hóspede muito mais à vontade. Vem dando certo", finaliza.

(*) Crédito das fotos: Hotelier News

Comentários