"O gerente geral precisa ser dinâmico nos dias de hoje", diz Leonardo Maciel

Maciel está na Intercity há cinco anos

O paulistano Leonardo Maciel é o atual gerente geral do Intercity Cidade Baixa, uma das quatro unidades da ICH Administração Hoteleira na capital gaúcha. O executivo iniciou sua carreira na Hotelaria no início deste século e é formado em Turismo e Hospitalidade pela Universidade Anhembi Morumbi. Maciel, desde pequeno sempre quis trabalhar no segmento de hospitalidade. "Acredito que a influência tenha vindo da minha mãe, quem sempre cuidou da casa de uma forma muito especial", conta.

Era o ano de 2000 e ele foi ser estagiário na Recepção do ex-Blue Tree Vila Olímpia. "Era lá onde havia uma gata de estimação que ficava circulando pelo lobby", relembra o executivo, que foi, transferido para a unidade da Peixoto Gomide como auditor noturno. "Na unidade cheguei a chefe de Recepção, passando depois para gerente de Operação", conta.

Na rede de Chieko Aoki, Maciel trabalhou em várias unidades e funções. Atuou com Flávio Monteiro no Blue Tree Faria Lima e depois  no departamento de Qualidade. Foi para Brasília, onde morou por três meses e fez várias implantações em gestão de Processos. De volta ao Sul, fez a implantação do Blue Tree Londrina, no Paraná. 

"Sempre tive uma vontade desde pequeno de morar no Sul, sou paulistano, mas sempre tive essa vontade. No meio do caminho surgiu uma vaga no Blue Tree Florianópolis, era um hotel bem menor, com 95 apartamentos contra 300 no Faria Lima. Fui como chefe de Recepção é iquei lá durante seis anos. Em 2008, assumi o comando da unidade", explica. Depois, Maciel foi transferido para Porto Alegre, no Blue Tree da Lucas de Oliveira.

Voltou para São José dos Campos para gerir outra unidade da Blue Tree Hotels. Nesse período, Leonardo iniciou uma aproximação com a Intercity, por indicação da Mapie. "Tanto a Carolina como a Trícia, diziam que a rede era a minha cara, uma rede jovem, com ideias e conceitos inovadores", revela. "A Intercity me convidou para voltar a Porto Alegre, onde assumi a unidade do Aeroporto, que é da própria Intercity", conta. 

Na unidade Intercity Aeroporto Porto Alegre, Maciel ficou mais três anos. Ne sequencia foi fazer a abertura do Intercity de Anápolis, em Goiás. Depois voltou para o Aeroporto POA para cobrir a ausência de gerente. E tem mais: voou para Belo Horizonte assumir interinamente, por três meses, o Intercity BH Expo. "Voltei para Porto Alegre para abrir o Intercity Cidade Baixa", explica Maciel, que completou em setembro cinco anos na Intercity.

Leonardo Maciel: visão sobre a Hotelaria

Indagado sobre o que mudou na Hotelaria, principalmente sobre os atributos de um gerente geral, Maciel diz que o gestor precisa ser muito mais dinâmico, tendo que estar perto da operação. "Hoje as equipes tem sido geralmente de profissionais novos. Aqueles que já têm mais experiência estão assumindo novas gerências, por isso é preciso estar ligado em tudo que está acontecendo para podermos fazer uma boa entrega", explica.

Oriundo da área operacional, Maciel afirma que é preciso hoje ter um conhecimento amplo em todas as áreas. "Venho de operação, recepção, reservas, conheço todas as áreas, não venho do financeiro nem do comercial, mas é preciso saber atuar em todas as áreas hoje. Posso não ser especialista em vendas, mas tenho que suprir com um bom gestor de ponta. Ser muito generalista, cuidar do todo, estar sempre atento", diz.

E para o futuro? "Não me vejo muito longe da hotelaria porque eu gosto da vida e da dinâmica que o segmento propicia. Eu gosto mais do dia a dia do hotel do que a vida corporativa, mas pra algo operacional eu me candidataria sim, essa parte da operação é uma coisa que me prende bastante, estratégia também é interessante", finaliza.

(*) Crédito da foto: Peter Kutuchian/Hotelier News

Comentários