OTA Insight: 15 principais características para buscar em um rate shopper

OTA Insight- rate shopperO rate shopper deve fornecer dados relevantes para precificação

Tomar decisões de precificação é um dos maiores desafios dos gerentes de RM (Revenue Management). Para isso, é necessário obter dados relevantes e usar as melhores ferramentas para o trabalho. Aí entra o trabalho do rate shopper, que ajudará o hotel a decidir sua precificação baseado nos concorrentes e outros fatores. A OTA Insight - empresa de data intelligence hoteleira - selecionou dicas para escolher o que mais atende às demandas do seu empreendimento. 

Um bom rate shopper usará dados de qualidade para fornecer insights úteis que permitem aumentar o desempenho do hotel. A ferramenta se tornou indispensável para manter uma performance satisfatória e, a seguir, você encontra recursos para procurar o ideal.

OTA Insight: características

1. Dados atualizados
Alguns rate shoppers fornecem apenas relatórios periódicos, porém os preços exibidos precisam ser recentes para que sejam relevantes. Analisar dados recentes durante “live shops” instantâneos significa que você terá acesso as últimas tarifas em tempo real , permitindo que se torne um líder e não um seguidor quanto a decisões de preços, além de permitir maior agilidade em comparação ao seu compset.

2. Compras em canais de distribuição
Tenha  acesso a um rate shopper que poderá coletar dados de OTAs grandes e pequenas, bem como canais regionais, como Ctrip na China e Rakuten no Japão. Outra prioridade é o Brand.com, o próprio site do seu hotel, onde os gerentes de Revenue Management se esforçam para manter a menor taxa, e a crescente importância do metabuscador que significa que a maximização dos canais monitorados também é uma necessidade.

3. Dados de alta qualidade
Comparar uma ampla gama de canais é apenas uma forma de identificar um bom rate shopper. Outra é focar na pureza de dados, incluindo recursos como controle de integridade automatizado e detecção avançada de anomalias, que garantem que os dados sejam precisos, completos e confiáveis. Afinal, não é possível tomar boas decisões com base em um grande número de dados de baixa qualidade. 

4. Tarifas detalhadas
Investigar os detalhes de uma determinada tarifa é essencial no caso de querer comparar dados idênticos. Afinal de contas, muitos hotéis oferecem serviços extras como café da manhã gratuito ou Wi-Fi no quarto para poder subir o preço dos negócios, ou incluir impostos em suas cotações, e o comprador de sua diária precisa ser capaz de fazer uma comparação justa.

5. Monitoramento de paridade
O controle dos custos de distribuição é extremamente importante, e um rate shopper que monitora a paridade de seu hotel te ajudará a realizá-lo com mais facilidade. Ao acompanhar os problemas de paridade, você pode ver facilmente qual OTA está diminuindo seus preços e decidir rapidamente qual ação tomar.

6. Bancos de dados de eventos
A demanda por quartos de hotel pode variar dependendo do tempo, tendências, concorrência, feriados e eventos. Usar um rate shopper com um calendário de eventos integrado significa que você ocupará uma melhor posição para aproveitar as oportunidades apresentadas, tanto localmente quanto em mercados de origem diferentes. Você também poderá prever períodos de alta demanda e fechar canais com maiores custos de distribuição por reserva para maximizar a receita nesses horários.

7. Compsets flexíveis
Para tirar o máximo proveito de um rate shopper, você precisará de uma interface flexível que possa facilmente comparar diferentes variáveis. Pense se sua propriedade pode se beneficiar do uso de diferentes compsets, dependendo da estação do ano, da proximidade, das propriedades com as quais você deseja competir ou de uma compilação reversa composta de propriedades que usam seu hotel como um concorrente de referência.

8. Pesquisar preços para diferentes estadas (LOS)
Em vez de comparar as tarifas por apenas uma noite, seu comparador de preços  deve ser capaz de coletar dados do seu compset para reservas de vários dias. O LOS é um fator importante no gerenciamento de receitas, e seu monitoramento pode ajudar a revelar estratégias de precificação de preços, seja que isso signifique ofertas especiais para estadias mais longas durante períodos de baixa demanda ou condições mínimas de LOS em grandes eventos.

9. Integração de Benchmarking
A integração automática com provedores de dados como STR, Benchmarking Alliance, OlaKala ou Fairmas significa que os hoteleiros podem acessar dados de benchmarking que lhes permitem comparar o desempenho em índices de ocupação, RevPAR e ADR.

10. Uma visão sobre a evolução das tarifas
Monitorar o ritmo e as melhores tarifas disponíveis (BAR) significa que um bom rate shopper será capaz de identificar tendências tanto em sua propriedade quanto em sua concorrência, te ajudando a identificar estratégias com preços competidores e agir de acordo.

11. Excelente atenção ao cliente
Para aproveitar ao máximo recursos como “shops em tempo real”, você precisará de um rate shopper que esteja sempre disponível. O suporte rápido ao cliente é útil para resolver as dúvidas ocasionais que você possa ter, e a escolha de uma empresa com suporte 24 horas por dia, sete dias por semana significa que alguém estará à disposição em qualquer fuso horário em que você esteja.

12. Recursos de mapeamento refinados
Encontrar um rate shopper que possa identificar com precisão os parâmetros de tarifa específicos é essencial para observar padrões granulares e garantir que você está fazendo comparações idênticas em termos de flexibilidade, LOS, número de hóspedes, planos de refeição e tipo de quarto. Como os tipos de quarto são tão fluidos - incluindo café da manhã e Wi-Fi podem transformar um quarto padrão em um quarto premium sem qualquer alteração física, por exemplo - é igualmente importante poder decidir quais tipos de quarto são concorrentes reais comparáveis em um mercado, como através de mapeamento personalizado.

13. Acesso flexível
Não faz sentido ter um rate shopper de última geração se você não puder usá-lo quando precisar. Verifique se sua ferramenta oferece vários logins para melhorar a comunicação entre membros da equipe ou gerentes de receita em diferentes hotéis.

14. Precisão do mercado de origem
Procure rate shoppers que desenvolvam a funcionalidade de ponto de venda (POS), permitindo que você obtenha tarifas de diferentes domínios (.co.uk, .fr, .es etc) do mesmo canal para fornecer preços instantâneos e precisos em mercados de origem específicos em todo o mundo.

15. Rastreamento de KPIs
O gerenciamento de Revenue Management significa conseguir os preços de quarto diariamente em um mercado instável e rastrear os KPIs significa que você terá dados exploráveis que te impedirão ficar cego.

(*) Crédito da foto: Photo-MIX/Pixabay

Comentários