Pan Pacific Singapore: conheça o hotel após reforma milionária

Vista da região de Marina Bay

Inaugurado em 1987, o Pan Pacific Singapore, ficou fechado, em 2012, por quatro meses para uma completa reforma. Cerca de US$ 80 milhões foram utilizados para garantir aos hóspedes e clientes a sensação de estarem entrando em um hotel novo. Para a nossa reportagem, acreditamos que o objetivo foi alcançado, pois a impressão é essa mesmo, de estarmos em um empreendimento recém construído e com diferenciais, tanto na arquitetura como na gastronomia.

Se não fosse pelo ano de sua construção poderíamos garantir que o o Pan Pacific serviu de cenário para a película Blade Runner, dirigida por Riddley Scott e lançada em 1982. É só olhar para os elevadores panorâmicos internos que o filme vem à memória. Estamos em 2013. Cingapura é uma das principais cidades da Ásia, servindo de hub para outros destinos como Bancoc, Kuala Lumpur e Bali. Seu porto é um dos mais movimentados do mundo e em todos os anos o destino recebe o Grande Prêmio de Fórmula 1, num circuito de rua fascinante e que passa em frente aos principais hotéis.

Assim que entramos pelo Lobby do Pan Pacific percebemos a grandiosidade do hotel, devido ao seu atrium triangular. Os balcões de atendimento encontram-se à esquerda e primeiro deles é o do concierge, é o mais "normal" de todos, já os outros três, que servem para fazer check-ins e check-outs são modernos, parecendo grandes mesas e não balcões. Os procedimentos de entrada são feitos por tablets ou notebooks e as saídas podem ser feitas no próprio apartamento, pelo software instalado na TV.

Com foco em turistas de negócios, o Pan Pacific oferece os serviços e amenidades voltados para este público como espaços para eventos e reuniões, quatro restaurantes, um bar cujo diferencial é ter o maior balcão em extensão [22 metros] da cidade, uma mercearia gourmet com itens fabricados no próprio hotel, spa, piscina, quadras de tênis e academia de ginástica, além dos privilégios para os associados ao Pacific Club, situado na cobertura e com muito espaço para trabalhar, comer um petisco ou simplesmente relaxar, olhando a vista de Cingapura. Vale ressaltar que a localização do Pan Pacific é privilegiada, juntamente com vários outros hotéis situados na região de Marina Bay.

As vistas são de tirar o fôlego e em dias de Fórmula 1, os carros de corrida passam em frente ao hotel.

Por Peter Kutuchian*

Hospedagem As 790 habitações do Pan Pacific estão distribuídas em 11 categorias: Deluxe (441); Panoramic (162); Harbour Studios (90); Pacific (39); Pacific Harbour (14); City Suites (16); Skyline Suites (10); Pacific Harbour Studios (9); Pacific Skyline Suites (5); Harbour Suites (3) e Presidential Suite (1). As diferenças entre as categorias estão centradas no tamanho, vista e localização dentro do edifício.

A reportagem do Hôtelier News ficou hospedada na categoria Panoramic. Com tamanho ideal para duas pessoas, a UH oferece TV de 32", acesso grátis à internet, mesa de trabalho com cadeira ergonômica, frigobar automatizado, banheiro separado por uma parede de vidro, decoração contemporânea e vista estonteante para o centro financeiro e à baía Marina. Amenities de marca, chuveiro de teto e banheira são os destaques do banheiro da habitação. Janelas antírruído, cama firme que permite um sono revigorado, controles para abrir e fechar cortinas e ar condicionado silencioso provêm uma hospedagem confortável e tranquila.

Alimentos & Bebidas

As opções gastronômicas do Pan Pacific são as seguintes: quatro restaurantes, o Edge, que parece uma praça de alimentação, com opções tailandesas, indianas, japonesas, ocidentais e cantonesas; o Rang Mahal, um dos melhores de gastronomia indiana de Cingapura; Hai Tien Lo, especializado em comida cantonesa e finalmente o japonês Keyaki. Além do bar Atrium, do Pacific Marketplace, ambos localizados no Lobby, do bar da piscina e do Room Service 24 horas.

Nossa reportagem provou o café-da-manhã no Edge. Se você nunca foi para a Ásia, esqueça de qualquer café da manhã experimentado em terras brasileiras. Os asiáticos estão acostumados a almoçar de manhã e a variedade é grande, vai desde peixes fritos, legumes, arroz, carnes e frutas. As opções internacionais também estão lá, a contento dos hóspedes ocidentais. Uma festa para os olhos e para as lentes da câmera. Já no Keyaki, provamos um Bentô, cuja base é um delicioso Lámen de camarão e legumes. O lámen é o prato mais tradicional da Ásia, considerado muito nutritivo e ao mesmo tempo de fácil digestão e de custo econômico. Fazendo uma comparação, o lámen é o nosso feijão e arroz, o hamburguer com fritas dos norte-americanos e o salsichão dos alemães.

Destaque para o Pacific Marketplace, onde alguns itens como salsichas e presuntos são vendidos para o público final. O local pode ser também a opção para pedir um café da manhã estilo francês, com croissants e café expresso.

Eventos e Lazer

A infraestrutura de eventos do Pan Pacific é composta por 14 salas e salões com capacidade entre 30 e 800 pessoas sentadas em auditório. As três salas Pacific podem ser abertas num único espaço criando o maior salão de festas do hotel. Já as salas Ocean vão do número 1 ao 14 e algumas delas podem ser unificadas, gerando o espaço máximo de 450 pessoas, em auditório. No 22º pavimento, o Pacific Centre contempla 12 salas para reuniões e eventos. As capacidades variam entre 6 e 20 pessoas.

Como os principais salões estavam ocupados, não conseguimos fazer nenhum clique, apenas em alguns espaços do Pacific Centre. Para o lazer dentro do hotel há piscina descoberta, spa e academia de ginástica. Já do lado de fora o hóspede conta com a opção de caminhar até a baía ou a roda-gigante e para os aficionados por compras, o Pan Pacific está localizado a poucos passos de centros comerciais [quase todo complexo tem um].

Com 19 hotéis em operação e mais dois para serem inaugurados, a Rede Pan Pacific conta com hotéis e resorts nos seguintes destinos: Austrália (1); Bangladesh (1);  Canadá (3); China (5); Cingapura (4); Estados Unidos (1); Filipinas (1); Indonésia (2) e Tailândia (1).

Serviço

panpacific.com

(*) A reportagem do Hôtelier News viajou à Cingapura a convite do Singapore Tourism Board

(**) Crédito das fotos: Peter Kutuchian/Hotelier News

Comentários