PE: atividade turística cresceu 4,1% em julho

pe- turismoEstado ocupa a 5ª posição entre os oito regiões pesquisadas pelo IBGE

O mês de julho registrou crescimento expressivo na atividade turística de Pernambuco. Segundo dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o aumento na receita de hotéis, restaurantes e locadoras de veículos impulsionaram o setor - que teve incremento de 4,4%. Os números foram revelados na PMS (Pesquisa Mensal de Serviços) e, comparado com o mesmo mês em 2018 a alta foi de 4,1% - deixando o estado na sexta posição entre os pesquisados.
 
“Os dados divulgados pelo IBGE sobre a atividade turística no Brasil mostram o crescimento significativo de Pernambuco. Fomos o quinto estado no ranking nacional. Isso comprova que estamos no caminho certo, mantendo a preocupação de proporcionar ao visitante equipamentos de qualidade, boas condições para apreciar a nossa cultura e o nosso patrimônio. A atividade turística tem um grande potencial de geração de emprego e renda para o nosso povo e o governo de Pernambuco está consciente da força do segmento”, destaca Rodrigo Novaes, secretário de Turismo e Lazer. 

Além de Pernambuco, oito dos 12 estados do país pesquisados pelo IBGE tiveram crescimento nas taxas de serviços das atividades turísticas em julho. O Espírito Santo liderou o ranking (9,6%), seguido do Rio de Janeiro (8,8%), Bahia (5,8%), Minas Gerais (5,6%), São Paulo (5,3%) e, logo atrás do estado, o Ceará (2,1%).

Levando-se em conta todo o primeiro semestre de 2019, entre janeiro e julho, Pernambuco aparece ainda melhor no ranking, em terceiro lugar. A taxa nacional do período mostrou crescimento de 3,2%, com, novamente, oito Estados registrando aumento: Ceará (8,5%), São Paulo (7,1%), Pernambuco (3,1%), Goiás (2,3%), Bahia (2,2%), Espírito Santo (1,9%), Minas Gerais (1,7%) e Rio de Janeiro (0,8%). Os índices acompanham um aumento crescente ao longo dos últimos meses. Em junho, as atividades turísticas já haviam crescido 2,6% em relação ao mesmo período de 2018.

PE: mais números

Os números consolidados pelo IBGE referendam os dados levantados pela Unidade de Pesquisa da Empetur. Com relação à média de hospedagem, o estado assinalou 72% como média do mês de julho. Em 2018, a média foi de 66%. A capital obteve números ainda melhores: média de 76%, quando em 2018 ficou em 71%.

No Aeroporto do Recife, a movimentação de passageiros também foi bastante expressiva. De janeiro a julho deste ano, a capital pernambucana alcançou, entre embarques e desembarques, a marca de 5.048.119 passageiros, resultando uma média superior a 720 mil pessoas por mês. O feito superou em 4,13% o número de passageiros que passaram pelo aeroporto no mesmo período de 2018. Com relação aos aeroportos operados pela Infraero, o do Recife ocupa a terceira posição em fluxo de passageiros, atrás apenas dos terminais de Congonhas (SP) e Santos Dumont (RJ).

(*) Crédito da foto: Guga Matos/Setur-PE

Comentários