PMWEB HIT THE ROAD na Hitec: Aplicações em iPad são tendência

De Austin, Texas (EUA)*
 
 
O último dia do Pmweb Hit the Road na capital texana, Austin, teve como foco principal a visitação do primeiro dia da Hitec 2011 (Hospitality Industry Techonology Exposition and Conference). O evento acontece até quinta-feira (23), das 10h às 16h.
 
A infraestrutura da feira é bem diferente dos moldes que se veem no Brasil - pavilhões na maioria sem ar refrigerado e com estrutura de montagem dos anos 1970. Nada disso, o primeiro item que se repara é no carpete: de tonalidade cinza nos corredores e branca nos estandes e sem aquele degrau feito de ripas de madeira. Aqui, ladies and gentlemen, na Terra do Tio Sam, o pequeno desnível passa a ser a própria espessura do material que cobre o piso, ou seja, macio e aconchegante. Em segundo lugar, nada daquelas montagens tipo oito ou 80, básicas ou exageradas ao extremo.
 

Chegamos cedo na Hitec e esperamos pela abertura
(fotos: Peter Kutuchian)
 
As tradicionais sacolas, disputadas à tapa na terra do Rei Pelé, aqui ficam penduradas próximas ao setor de credenciamento. Pega quem quer, e sem atropelos. Detalhes pequenos, mas que fazem a diferença.
 
E por falar no Brasil, boa parte dos empresários com quem conversamos tem para nosso País "olhos de cifrões". "O Brasil tem um potencial enorme mas não tenho a mínima ideia em como entrar naquele mercado", confidenciou Roberto Scanga, que fabrica o scannabar, régua que mede o consumo nas garrafas de bebidas destiladas.
 
Para David Chestler, presidente da RateGain, empresa que desenvolve três soluções para a hospitalidade - BrandGainm, gerenciador de reputação on-line; ChannelGain, canal inteligente de distribuição; e PriceGain, ferramenta que mede como a concorrência atua nos diversos canais -, a entrada no mercado brasileiro acontecerá em breve. "Temos soluções excelentes e muito competitivas para melhorar a performance dos hotéis brasileiros, sejam eles de redes ou independentes", anuncia.
 
Tendência
Em relação à edição anterior, a feira cresceu 30% em número de expositores, porém as inovações tecnológicas ficaram abaixo das expectativas. Na grande maioria dos estandes, concentravam-se exposição de softwares de segurança na internet, PMS´s, booking engines, broadbranding, soluções digitais e de wi-fi. O que nos chamou a atenção foi o desenvolvimento de aplicações para os iPads, equipamentos que com certeza estão mudando a forma de interação entre os hotéis e hóspedes.
 
Conversamos com dois desenvolvedores, David M. Adelson, presidente e CEO da Intelity, e Kim Kao, fundador e CEO da Logiclinck. "No último ano crescemos muito, mais de 500% no número de clientes atendidos", comemora Adelson.
 
Segundo ele, os principais produtos comercializados são os aplicativos para smartphones nas plataformas iPhone, Blackberry e Android. O custo inicial para o seu hotel ter um aplicativo? US$ 250. Valor infinitivamente menor do que as empresas no Brasil estão cobrando. "Podemos atender remotamente, avise aos seus amigos hoteleiros para me ligarem diretamente", incita o executivo da Intelity.
 
 
 
Os passos para fazer um pedido no room service utilizando
o aplicativo do hotel em um iPad
 
E os iPads? Não é preciso nem responder. A imensa parede feita com os devices do guru Steve Jobs estão lá para desmistificar qualquer hoteleiro tecnologicamente cético. Na demonstração feita para nós, pudemos verificar a facilidade para fazer um pedido de room service, alguns cliques e a ordem é feita. "Podemos customizar para qualquer tipo de hotel e integrá-lo ao sistema operacional do empreendimento", diz Kim Kao, que enfatiza a possibilidade em dispor os iPads em displays ou totens.
 
Pensou em automação, certo? Positivo. O equipamento da Apple elimina a necessidade da conversa com o atendente do restaurante e em muitos casos até com os da Recepção.
 
Automação
E já que entramos no assunto da automação, encontramos na Hitec uma solução muito eficaz que irá devolver o sono às governantas, gerentes gerais e empresários do ramo de lavanderia. Passamos pelo estande da Invotech Systems e nos chamou a atenção o fato de um rapaz ficar empurrando, de um lado para outro, um carrinho cheio de toalhas e lençóis, que ao passar por um totem assinalava no monitor o número 500. O que é isso? Harvey D. Welles, presidente e CEO da empresa, esclarece a dúvida. "Toda vez que o carrinho passa pelo sensor, ele identifica a quantidade de peças de roupa que simulam a saída ou entrada do hotel para a lavanderia e vice-versa", diz.
 
 

A tag da Invotech facilita o controle do inventário
do enxoval e uniformes. As governantas agradecem!
 
Ou seja, não é mais preciso contar o enxoval toda vez que sai para a lavanderia terceirizada? Isso mesmo. Mágica? Negativo. Apenas uma tag feita de silicone com um chip dentro. A etiqueta é costurada na peça, podendo resistir todo o processo de lavagem e secagem.
 
O processo pode ser aplicado também para os uniformes dos colaboradores, permitindo que não ocorram trocas entre eles e ainda evitando a saída do hotel sem devida autorização. No caso do enxoval, Harvey enfatiza: "o sistema elimina o processo de inventário e reduz consideravelmente o tempo para estocagem, além de reduzir também o número de funcionários".
 
 
 
Diversos modelos de base e frigobares com sensores da Bartech
 
Vimos também outro equipamento que pode reduzir os custos de operação de minibares. Fabricado pela Bartech, empresa dos irmãos franceses Pierre e Bruno Agrario, que desenvolvem mini-geladeiras e bases com sensores que avisam no sistema quando um determinado produto é retirado pelo hóspede. Mas e se ele tirar o produto e recolocar, ou seja, não fazer o consumo? "Podemos programar para que o registro seja feito em até 60 segundos. Mesmo assim, iremos verificar posteriormente se houve ou não a violação do produto", explica Pierre. "Nosso objetivo principal é evitar a não cobrança dos itens no check out, acarretando prejuízos para o hotel", explica.
 
Custo do minibar? A partir de US$ 600. "O retorno do investimento é de aproximadamente 12 meses, dependendo obviamente da ocupação", revela Pierre. Quantas geladeiras instaladas? Cerca de 300 mil, desde 1988, em alguns países da Europa e na América do Norte - só em Las Vegas são 40 mil.
 
Agora é esperar mais um ano para ver quais serão as novidades da Hitec 2012, que acontece entre 25 e 28 de junho de 2012, em Baltimore, perto da capital dos Estados Unidos, Washigton.
 
Confira no final fotos dos participantes da Hitec 2011.
(Peter Kutuchian)
 
 

David M. Adelson, da Intelity, e o video wall de iPads


Shark attack!
 

Eduardo Campos, da Hotéis Slaviero
 

Pedro Chanceaulme, da CMNet Chile, Phil Robart da Easy RMS,
Glaucia Couto, da CMnet Chile e Raúl Marfull, da RMC Consultores
 

Quem disse que o iPad está em falta?
 

Roberto Scanga, da Scannabar
 

Kim Kao, da LogicLink
 

Orlando Ferramola, da Atlantica International
 

Joe Zhang, da Bittel
 

Os irmãos Pierre e Bruno Agrario, da Bartech
 

David Chestler e Marion Hughes, ambos das RateGain
 

Tim Kerrick, da Morse Communications, com
Julia Wimmer, da New Voice
 

Harvey D. Welles, da InvoTech
 

Última foto de todo o grupo Hit the Road 2011 em Austin
 
* A reportagem do Hôtelier News viaja a convite da Pmweb.

Comentários