Porto Alegre consegue mais tempo para garantir recursos do Centro de Eventos

Porto alegre centro de convençõesPaim e o ministro do turismo se reuniram ontem (27), em Brasília

A prefeitura de Porto Alegre ganhou mais 90 dias para garantir recursos federais para construir seu centro de convenções. No total, a cidade pleiteia R$ 60 milhões a fundo perdido para iniciar o projeto. A verba integrava o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) do Turismo e o prazo para captá-lo venceria amanhã (1º).

A prorrogação do prazo se deu após reunião, realizada ontem (27), entre Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo, e Gustavo Paim, vice-prefeito de Porto Alegre, em Brasília.  Os recursos do governo federal servirão para financiar a elaboração do projeto e para a construção das estruturas operacionais básicas.

Futuramente, a prefeitura gaúcha cogita parceria com a iniciativa privada para ampliar a infraestrutura. O projeto do Centro de Convenções prevê sua construção em um terreno de 3,7 hectares, ao lado do estádio Beira-Rio, na Zona Sul da capital gaúcha. “Vencemos uma primeira etapa, que nos permite seguir com nosso projeto prioritário do Centro de Convenções e Eventos, que tem todo o apoio do MTur (Ministério do Turismo)”, garante Paim. 

Porto Alegre: PAC prorrogado 

A extensão do prazo garante a verba que poderia ter sido perdida por indefinição quanto à condução dos recuros. Isso porque o PAC, firmado em 2013, foi descontinuado ainda durante o governo de Michel Temer. A data de março já era uma prorrogação do prazo inicial, que vencia originalmente em dezembro de 2017.

Na primeira vez, o problema do projeto era a escolha do local de construção. O terreno, definido em outubro de 2017, foi conseguido a partir de acordo com o clube Internacional.

(*) Crédito da foto: Roberto Castro/Mtur

Comentários