Pousada boutique, Rio Inn Art é nova opção de hospedagem carioca

rio inn art - copacabanaO empreendimento oferece 19 apartamentos

O número 87 na rua Anita Garibaldi, em Copacabana, Rio de Janeiro, não é mais o mesmo. O roxo recém-colorido da fachada não guarda segredos e depois do portão aberto não há dúvida: há algo novo. No imóvel, reaberto no último sábado (15), funciona o Rio Inn Art, uma pousada estilo boutique onde ser ou fazer sentir-se carioca é a alma do negócio.  

"É um meio de hospedagem temático que celebra o Rio de Janeiro", resume Thacio Chaves, um dos novos proprietários do empreendimento. Os 19 quartos, cada qual com o nome de um bairro da cidade, são a maior expressão da tematização e a senha para o tipo de serviço que o empreendimento pretende oferecer. "São ambientes pensados para que os hóspedes sintam-se bem aqui conosco", completa.

Apartamentos, áreas comuns e decoração são resultado de uma reforma feita a toque de caixa, nas três últimas semanas. Tudo sob a supervisão e a partir das preferências da nova liderança da propriedade. Tempos atrás, o local já funcionava como meio de hospedagem (CLH Suítes), aí no estilo hostel, sob outro conceito e padrões.

Para renovar a unidade, houve obras em todos os recintos mas nenhuma alteração estrutural foi realizada. Uma simples comparação de antes e depois, contudo, mostra a considerável diferença em cada um dos espaços. 

Nas habitações, a evolução se mostra com mais clareza. Em todas elas o teto foi rebaixado e uma iluminação nova, com sancas de gesso, ganhou lugar. Novos aparelhos de ar condicionado, televisão e enxovais também aparecem no visual atual. Um toque de exclusividade e customização está nas paredes. Cada quarto tem uma foto inédita feita por Diego Tovar com um ângulo do bairro ao qual representa. Via de regra, essa foto ocupa uma parede toda do quarto.

Nas portas, placas imitando as que existem como orientação nas ruas do Rio de Janeiro informam a região representada. Já os corredores, em breve farão jus ao nome do hotel. "Quando pensamos num nome para a ideia era Rio Inn, que não dizia muita coisa do que queríamos. Aí incorporamos o Art, que a princípio vem com as fotos em cada quarto. Mas a ideia é ter outras obras expostas nos corredores com pessoas que fabricam arte no Rio", promete Chaves.

São dois andares. No inferior fica uma área de convivência externa com mesas e cadeiras, a recepção, restaurante para café da manhã e alguns quartos. Subindo as escadas estão a maior parte dos aposentos e uma sala de estar.

De volta ao andar de baixo, há uma curiosidade. Um espaço com adornos tipicamente cariocas, de uma marca local e produzidos artesanalmente para vendas. O espaço mostra produtos da linha Alda, que tem presença cativa na feira de Ipanema. Thiago Ferreira, representante da marca, explica a ideia de expor no Rio Inn Art. "Quisemos trazer mais um quê de Rio de Janeiro para dentro do hotel. são produtos feitos à mão que já têm uma boa aceitação dos turistas e acreditamos que agregue na experiência do hóspede aqui", resume.

rio inn art Chaves e Tamara Ribeiro administram de perto o projeto

Rio Inn Art: uma aposta

Assim como o espaço para venda de adereços, a ideia de abrir a pousada pode ser classificada como uma aposta. Os idealizadores do projeto - o próprio Thacio, Leonardo Cupello e Tamara Ribeiro - atuavam em outros mercados e decidiram realizar uma investida no cenário do turismo e da hospitalidade.

"A hotelaria sempre foi um mercado que me interessou apesar do fato de trabalhar em outros ramos", antecipa Chaves. "Recentemente tive a oportunidade de conhecer os donos do imóvel e achei que seria interessante para desenvolver um projeto", complementa.

O empresário, que atua no ramo de consultoria com ênfase em eficiência energética, atribui sua ação ao fato de acreditar na cidade como destino turístico. "O que estamos fazendo é uma aposta para o futuro. Tanto no estabelecimento como na cidade", reforça. "Tivemos um período de baixa com acontecimentos ruins de violência e baixa no turismo. A rede hoteleira da cidade sofreu mas temos expectativas de melhora. Acreditamos nisso".

A análise do empresário vem de quem dedicou boa parte dos últimos meses a entender a atividade e suas particularidades. Desde 5 de novembro, quando oficializou o contrato para gerir a propriedade, articula a reforma, o tipo de atendimento que pretende oferecer e as melhores maneiras de comercializar o produto.

As reservas na pousada já estão liberadas em boa parte das OTAs e já estão no ar o site e Instagram do hotel.  

Na galeria abaixo, algumas imagens do empreendimento carioca.

(*) Crédito das fotos: Filip Calixto/Hotelier News

Comentários