Presidente chinês diz que controle sobre coronavírus está em estágio crucial

coronavírusWuhan, epicentro do surto, está em isolamento

Os esforços da China para controlar o surto de coronavírus estão em um estágio crucial. A fala foi feita na manhã de hoje (5) por Xi Jinping, presidente da China, em declaração à agência estatal Xinhua. Segundo Jinping, as autoridades devem evitar ao máximo que a epidemia se espalhe, além de relatar as informações sobre a epidemia de forma precisa e no tempo adequado. Tudo deve ser feito para combater  rumores relacionados à doença, disse o líder chinês.

Até ontem (4), o surto do coronavírus já matou 479 pessoas na China. Também foi confirmada a segunda morte pela doença fora do país asiático. Um homem de 39 anos faleceu em Hong Kong após voltar de uma viagem a Wuhan, epicentro do surto e que agora se encontra em isolamento, informou a Reuters. Antes, um indivíduo havia morrido as Filipinas.

A gravidade da epidemia do coronavírus vem levando a cancelamentos em série de voos de e para a China nas últimas semanas. Com isso, especialistas projetam perdas consideráveis para a indústria do turismo. Só nos EUA, estudo estima que a hotelaria americana perderá quase 8 milhões de diárias até 2024 em função do surto.

Coronavírus no Brasil

Há 13 casos suspeitos de infecção pelo coronavírus no país e, até o momento, nenhum teve confirmação da doença. Quem garante é Wanderson de Oliveira, secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, que concedeu entrevista coletiva ontem, em Brasília.

Conforme o balanço divulgado pelo ministério, há seis casos suspeitos sob investigação em São Paulo, quatro no Rio Grande do Sul, dois em Santa Catarina e um no Rio de Janeiro. Oliveira destacou ainda que foram descartados outras 16 ocorrências.

Além disso, os brasileiros que estão em Wuhan serão trazidos de volta ao país. Duas aeronaves reservas da frota presidencial deixarão o Brasil hoje. A previsão é que cheguem na cidade chinesa na madrugada de sexta-feira (7) e estejam de volta ao Brasil no dia seguinte (8). A informação é Fernando Azevedo e Silva, ministro da Defesa, que destacou que todos eles ficarão em quarentena por 18 dias na base aérea de Anápolis (GO).

Apesar de ainda não haver nenhuma confirmação de casos de coronavírus no Brasil, a hotelaria deve ficar atenta. A recomendação é que a governança redobre cuidados com a limpeza. Já no A&B (Alimentos & Bebidas), louças e talheres também precisam ser minuciosamente higienizados. Carnes e ovos também têm que ser bem cozidos. Saiba como identificar possíveis casos e veja como se prevenir no link.

(*) Crédito da foto: cnsphoto/Reuters

 

 

Comentários