Prestes a ser inaugurado, Gran Meliá Nacional Rio espera 2017 para aumentar aposta em eventos

Com as portas fechadas desde 1992, o Hotel Nacional volta a receber hóspedes no próximo dia 15 com operação controlada pela Meliá Hotels International. Ansiosa para ver sua primeira unidade da marca Grand Meliá no cenário carioca, a companhia espanhola guarda para o ano que vem as investidas num filão considerado fundamental para o empreendimento: os congressos e eventos sociais. Isso porque, no momento de abertura, o meio de hospedagem coloca à disposição os apartamentos, a área de convivência e as amenidades de lazer, mas segue em obras para aprontar o complexo de eventos.

A ideia, conforme comentam os representantes do empreendimento, é ter a estrutura de convenções em pleno funcionamento na segunda metade de 2017 - período para o qual algumas atrações já começam a ser especuladas.

"O espaço do Hotel Nacional foi o primeiro grande centro de convenções e entretenimento do Rio de Janeiro e queremos trazer isso de volta", pontua Cristian Bernardi, diretor de Vendas e Marketing da unidade. Na declaração, o executivo embute o cuidado que a rede está tomando com os detalhes da estrutura que, quando inaugurada, deve servir de palco para eventos musicais, encontros empresariais e festas sociais de variados tipos.

O diretor assegura que quando as obras estiverem em seus atos derradeiros a equipe passa a colocar mais esforços na captação de eventos. Por ora, toda a atenção está concentrada em estratégias para fazer a inauguração do Gran Meliá Nacional Rio notável junto ao mercado brasileiro e internacional. Por ora, os hóspedes tem prioridade.

Serviço
melia.com

Comentários