Projeto de hotel boutique em Portugal ganha Leão de Ouro de Arquitetura

hotel boutique - Leão de Ouro

Membro do Small Luxuary Hotels, o Herdade de São Lourenço do Barrocal ganhou importante reconhecimento – e bem longe da hotelaria. O projeto do hotel boutique português ganhou m Leão de Ouro na Bienal de Arquitetura de Veneza. O prêmio, um dos mais importantes da arquitetura mundial, consagra o detalhista trabalho de restauração conduzido pelo arquiteto Eduardo Souto de Moura.

Vencedor do prêmio Pritzker, maior honraria da arquitetura mundial, Souto de Moura renovou uma fazenda pertencente à mesma família há mais de 200 anos. Charme, conforto e requinte são marcas indeléveis da restauração, mas não foi por isso que o arquiteto levou o Leão de Ouro. Seu projeto foi reconhecido e bastante elogiado por mostrar a relação essencial entre arquitetura, tempo e lugar.

Com um conceito simples, o projeto valorizou a arquitetura popular e evidenciou a história da propriedade. Além disso, respeitou o ecossistema local e explorou os materiais originais das construções.

Leão de Ouro: projeto

Localizado em Monsaraz, na região de Alentejo, o Herdade de São Lourenço do Barrocal é membro também do Virtuoso, rede que reúne agências de viagem de luxo. No total, a propriedade tem 7,8 milhões de metros quadrados (m²), cercada de olivais e vinhas centenárias, além de muito verde. Há ainda lotes residenciais à venda.

O empreendimento conta ainda com spa, restaurante, bar/lounge, piscina e fitness center. Na área de hospedagem são 24 quartos, sendo que alguns deles podem acomodar até seis pessoas. O forte do hotel boutique, contudo, são as atividades que oferece. Além de caminhadas e passeios de bike e a cavalo, os hóspedes podem provar vinhos da vinícola e fazer piqueniques pela propriedade.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Turismo do Alentejo

Comentários