Rede Mabu ratifica compromisso sustentável lançando primeira edição de relatório sobre o tema

A Praia Termal é o maior atrativo do Mabu Thermas, que é o centro do relatório
(fotos: arquivo HN / Peter Kutuchian)

A Rede Mabu Hotéis & Resorts lança no próximo dia 8 a primeira edição de seu Relatório de Sustentabilidade. O documento relata as ações desenvolvidas e os resultados alcançados com a implantação da Política de Gestão de Sustentabilidade no resort da companhia, em Foz do Iguaçu. A iniciativa confirma o compromisso que a empresa procura ter com ações que preservam o meio ambiente.

Dentro do material, atenção especial a medidas no controle de recursos hídricos, recursos naturais (energia, gás e água), resíduos sólidos, segurança e em ações voltadas à responsabilidade social e ambiental. Tudo isso aplicado na operação do Mabu Thermas Grand Resort. 

O relatório aponta, por exemplo, a redução de até 30% no consumo de energia por meio de algumas ações como a manutenção periódica dos equipamentos; a utilização de aquecimento solar e de lâmpadas LED em 100% dos espaços do hotel; e a gestão do funcionamento dos chillers (resfriadores de água), da bomba do chafariz e dos poços que trabalham em horários pré-estabelecidos e de acordo com a ocupação do resort. 

"Essa primeira edição do relatório de sustentabilidade é motivo de orgulho, por constatarmos de forma muito positiva a evolução da gestão responsável de nossas atividades, por meio da Política de Gestão da Sustentabilidade, em vigor desde 2012, e também por enxergamos por meio dela diversas outras possibilidades para avançar cada vez mais nesse setor", revela Wellington Estruquel, diretor executivo da organização.

Outro dado apontado no relatório é o tratamento de 100% das águas residuais do Mabu Thermas Grand Resort por meio da ETE (Estação de Tratamento de Efluentes) própria do tipo RALF (Reator Anaeróbio de lodo Fluidizado), com eficiência de remoção da carga orgânica maior que 90%. "Entendemos que o desenvolvimento sustentável é aquele que equilibra o crescimento econômico com as necessidades do meio ambiente e da sociedade. Nosso negócio deve estar em sintonia com o turismo sustentável e a nossa participação social na comunidade em que atuamos é fundamental", afirma Estruquel. 

O relatório deste ano também explica, por exemplo, como se dá o uso e a gestão de qualidade das águas e aponta outras informações como a redução do desperdício de alimentos, as ações de segurança e de responsabilidade social e ambiental realizadas com colaboradores, hóspedes e comunidade.

Serviço
hoteismabu.com.br

Comentários