Redes Hoteleiras: Atlantica quer chegar a 80 hotéis em 2009


(foto: conciergeservicesinc.com)
 
Com a constante evolução do mercado, que provoca uma concorrência cada vez mais acirrada, as redes hoteleiras passam um processo de reinvenção contínuo, buscando oferecer serviços que as diferenciem das demais e atendam às necessidades dos hóspedes, cada vez mais exigentes.
 
Para tanto, a oferta de apartamentos é desdobrada em diversas bandeiras distintas, que contemplam opções econômica, mid class, superior, de luxo e alto luxo. Outra divisão feita é a adequação dos empreendimentos ao objetivo da visita do hóspede, que, quando viaja a negócios, geralmente escolhe um hotel situado em uma área metropolitana, da mesma forma que opta por um resort em viagens de lazer.
 
Em vista da crise, o senso comum do trade aponta 2009 como um ano incerto, no qual as taxas de ocupação podem oscilar e cair. Com o objetivo de pontuar a oferta, as características das bandeiras, os diferenciais e planos de expansão de cada rede, o Hôtelier News apresenta uma série de reportagens especiais sobre as principais companhias que operam no Brasil, a começar pela Atlantica Hotels International, sobre a qual conversamos com Annie Morrissey, vice-presidente de Marketing, Vendas e Receitas.
 
Por Fernando Chirotto
 
 
Um pouco de história
Presente no Brasil desde 1998, na época em que ainda se chamava Choice Atlantica Hotels, a história da empresa começa em 1996, quando Patricia Conrad, viúva de Barry Conrad, ex-dono da BIH Holding, chamou Paul J. Sistare, então presidente do Richfield Hospitality Services Inc, em Hong Kong, para ser presidente e CEO da nova cadeia que estava lançando.
 
Em 1997, a companhia ganhou um reforço de peso: Gregory J. Ryan, presidente do Conselho Administrativo da empresa, que antes era chairman do McDonald's do Brasil e se desligou da cadeia de fast food para investir no ramo de hospitalidade.
 
Paul J. Sistare, presidente e
CEO da Atlantica Hotels
(fotos: Chris Kokubo)

Exatamente um ano depois do ingresso de Ryan a empresa foi aberta, já contando com uma equipe composta pelos executivos Rafael Guaspari, atual vice-presidente sênior de Desenvolvimento, Todd Maxwell e Nicholas F. Brady, ex-secretário do Tesouro
Nacional dos Estados Unidos. Em 2001 o grupo mudou de nome para Atlantica Hotels International. O mesmo ano também marcou a chegada da inglesa - de Birmingham - Annie Morrissey, que assumiu o cargo de vice-presidente de Marketing, Vendas e Receitas.
 

Rafael Guaspari, vice-presidente
sênior de Desenvolvimento
 

Annie Morrissey, vice-presidente de
Marketing, Vendas e Receitas da rede
(foto: divulgação)
 
Oferta atual
Nesse meio tempo a rede cresceu e atualmente opera dois centros administrativos e 68 hotéis no país, que totalizam 11,8 mil UHs e contam com cerca de 3,5 mil colaboradores. Apesar de não contar com empreendimentos fora do Brasil, a Atlantica tem recursos para atingir o público estrangeiro. "Mantemos acordo exclusivo com a Choice Hotels e a Carlson Hotels, o que nos liga a uma rede de reservas com mais de 6 mil hotéis pelo mundo", explica Annie.


(fonte das tabelas: Atlantica Hotels / jan 2009)
 
A rede está presente em 39 cidades e 15 capitais brasileiras, como mostra a tabela abaixo.


Metade das unidades estão localizadas no estado de São Paulo, no qual a capital e o interior possuem o mesmo número de hotéis.
 


Bandeiras

(imagem: atlanticahotels.com.br)
 
A divisão das nove bandeiras abrange diferentes nichos de mercado, oferecendo desde opções econômicas até hospedagens de luxo, como conta Annie. "Possuímos as marcas Go Inn, que é econômica, Sleep Inn e Comfort, ambas midclass, Comfort Suites, Quality e Park Suites, as três superiores, e Clarion, Four Points by Sheraton e Radisson no segmento luxo. As diferenças estão no tamanho dos quartos, setor de A&B, serviços de portaria, serviço 24 horas e mimos oferecidos", conta a executiva.

Cama dos sonhos: mimo do Radisson Curitiba
e de algumas outras unidades da Atlantica
(fotos: divulgação)

A atuação da rede está concentrada nas categorias midclass e superior, que representam 83% das unidades - 60 administradas e oito franqueadas -, como informa a tabela abaixo.
 

Programas de fidelidade
A Atlantica não possui programas próprios de fidelidade, contudo realiza ações deste caráter por meio de parcerias com Dotz, Smiles - da Gol Linhas Aéreas - e Tam. "Aproximadamente 20% dos nossos hóspedes, agências e secretárias envolvidos no processo de reservas utilizam os programas", revela a executiva.


Apartamento do Quality Suites Natal

"Oferecemos benefícios como troca de pontos por prêmios, no caso do Dotz, e cada Real gasto vale uma milha nos programas de milhagem. Todos contemplam secretárias, agências e hóspedes", explica Annie.

Comfort Hotel Fortaleza

Presente e futuro
Apesar de ainda não ter divulgado o balanço geral de 2008, a Atlantica teve crescimento de 18% na receita do ano em relação a 2007. "A Atlantica é a segunda maior rede de hotéis do país", declara Annie.
 
Ao falar sobre os diferenciais da rede em relação aos outros grupos hoteleiros, a executiva lista uma série de serviços. "Mantemos o café da manhã gratuito para todas as categorias de hotéis, temos três programas de relacionamento com abrangência a todos os públicos envolvidos no processo de reserva, oferecemos a exclusiva Cama dos Sonhos em algumas unidades de categoria superior e nos hotéis luxo, apartamento feminino e andar não-fumante, além de mantermos o foco de operação no middle market voltado para o turismo de negócio, com serviços e facilidades para o turista em viagem a trabalho", aponta.
 

Apartamento feminino no Clarion Jardim Europa

Annie informa ainda sobre as novas aberturas agendadas para 2009: Go Inn Cidade Universitária (SP), Radisson Aracaju (SE), Quality Resort & Convention Center Caldas Novas (GO), Comfort Inn Ribeirão Preto (SP), Radisson Maceió (AL) e Sleep Inn Macaé (RJ). "Além disso, a Atlantica Hotels deve crescer também por meio de conversões de bandeira, o que deve elevar nosso total de hotéis para 80 unidades até o final de 2009", antecipa.

 
Apartamentos do Sleep Inn Joinville

Segundo ela, a escolha dos destinos é feita de acordo com a demanda do local, que deve corresponder ao perfil corporativo da rede. "Os mercados escolhidos visam sempre ampliar o portfólio da Atlantica em locais onde o turismo de negócio tenha movimento regular e, quando possível, que o turismo de lazer também seja relevante. Desta forma, tentamos conciliar nossos interesses com o de investidores no setor hoteleiro", justifica.


O recém-inaugurado Comfort Hotel Araraquara

Ao ser questionada sobre em quais bandeiras acontecerão as possíveis conversões, ela despista. "Como este trabalho ainda está em curso e faz parte de nossas estratégias de expansão, não temos como informar para qual de nossas bandeiras receberemos conversões. Buscamos oportunidades para todas as categorias", completa.

Acomodação do Comfort Hotel Manaus

Pontos comerciais
A Atlantica está sediada em Barueri, na Grande São Paulo, e conta com quatro escritórios de vendas no país, localizados nas regiões Nordeste, Sudeste e Sul. São eles:
 
Porto Alegre
Rua Loureiro da Silva, 1660
Cep: 90050-240, Porto Alegre-RS
Telefone e fax: 51 2117-9007

Salvador
Alameda Carrara, 321, conjunto 302
Cep: 41830-590, Salvador-BA
 
São Paulo
Rua do Paraíso, 45, conjunto 31
Cep: 04103-001, São Paulo-SP
Tel.: 11 2191-2150
Fax: 11 2191-2180

Rio de Janeiro
Rua da Assembléia, 10, sala 1.916
Cep: 20011-000, Rio de Janeiro-RJ
Tel.: 21 2221-2227
Fax: 21 2224-3865
 
Sede
Alameda Rio Negro, 585, 13º andar, Edifício Padauiri
Cep: 06454-000, Barueri-SP
Tel.: 11 3531-4800
Fax: 11 3531-4850
Central de reservas: 0800 55 5855

Serviço
www.atlanticahotels.com.br

Comentários