Redes Hoteleiras: Hyatt, hospitalidade de pai para filho

Apesar de seus fundadores e sede serem de Chicago, nos Estados Unidos, a história da Hyatt Hotels & Resorts começa em Los Angeles no ano de 1957.  Enquanto esperava por um voo, Jay Arthur Pritzker, advogado por formação e contador por vocação, tomava café no Aeroporto Internacional local, mais precisamente na cafeteria Fat Eddie's, dentro de um hotel, o qual ele foi informado estar à venda. Imediamente o executivo vislumbrou uma grande oportunidade e decidiu comprar o empreendimento, fazendo a proposta de US$ 2,2 milhões em um guardanapo.

Após a negociação, Pritzker batizou o estabelecimento como Hyatt House, homenagem a Hyatt Von Dehn, empresário do qual adquiriu a propriedade. No entanto, Thomas Pritzker, seu filho e atual chairman da Global Hyatt Corporation, herdou o legado e foi o responsável por fundar a rede e promover sua expansão.

A família Pritzker provou ter faro para os negócios ao criar um dos grupos mais conhecidos do mundo, com o qual o Hôtelier News conversou para saber sobre a oferta atual, planos de expansão e diferenciais, sem esquecer de abordar seu posicionamento sobre o que é assunto em todo o mundo: a crise.

Por Fernando Chirotto
 
 

Thomas Pritzker, chairman da
Global Hyatt Corporation
(foto: richardrogers.co.uk)

Atualmente a rede hoteleira soma 391 empreendimentos em 45 países, divididos pelas bandeiras Hyatt Regency, Grand Hyatt, Park Hyatt, Hyatt Place, Hyatt Summerfield Suites e Andaz


Os pontos pretos representam os destinos
onde estão os hotéis da rede
(foto: hyatt.com)

No total são cerca de 114.966 UHs e mais de 78 mil colaboradores ao redor do mundo. A maioria das unidades está nos Estados Unidos, que possui 227 unidades.


Ronald Arteaga Fernandez, diretor de
Desenvolvimento da rede
para a América do Sul
(foto: arquivo HN)

"Acreditamos que as pessoas são o principal patrimônio da Hyatt. Elas transformam os nossos serviços em experiências únicas aos clientes. Além disso, inovação e empreendedorismo conduzem o ritmo dos negócios", afirma Ronald Arteaga Fernandez, diretor de Desenvolvimento da rede para a América do Sul.

Confira abaixo as bandeiras e suas características.


 
Hyatt Regency Hotels
Com o título de marca mais antiga da rede, a Hyatt Regency contempla o conceito clássico contemporâneo, oferecendo aos hóspedes corporativos acomodações funcionais e amplos centros de convenções. Ainda são características da marca os fitness totalmente equipados e os Regency Clubs - um espaço dentro do empreendimento no qual o hóspede tem acesso à mais privacidade e serviço exclusivo, prestado por uma equipe de concierges.




Hyatt Regency Atlanta, aberto em 1967.
Um dos primeiros hotéis da rede
(foto: hyattpressphotos.com)

A marca ainda dispõe de empreendimentos do conceito resort, que prezam pela experiência sensorial do hóspede. Estão localizados em em destinos de férias e oferecem tratamentos de spas, prática de esportes, atividades familiares e atrações culturais.

 
Grand Hyatt Hotels
Impressionante, global e elegante. Com estas palavras a rede autodefine esta marca, que preza por acomodações luxuosas e tecnologia de última geração, observadas em empreendimentos localizados em destinos que funcionam como portas de entradas para seus países.




Elevador no lobby do Grand Hyatt Santiago
(foto: Peter Kutuchian)

O objetivo é oferecer diferentes experiências aos viajantes de negócios, as quais são proporcionadas pelos serviços de restaurantes, bares, spas e fitness center, além dos business centers e facilidades para eventos, indispensáveis para este público.



Park Hyatt
Discrição e estrutura pequena são premissas desta bandeira, que oferece acomodações com estilo de residência direcionadas ao hóspede que viaja sozinho e prima por serviços exclusivos.




Park Hyatt Paris Vendôme. Destaque
para a arquitetura histórica
(foto: hyattpressphotos.com)

Entre seus aspectos distintos estão coleções de artes, serviço de concierge personalizado e facilidades para eventos, além da localização específica - nos principais centros de cidades.


Hyatt Place
A marca midscale foi criada para combinar estilo e inovação, proporcionando experiências diferenciadas ao hóspede. São particularidades da bandeira o acesso à internet wi-fi em todo o empreendimento e os apartamentos espaçosos, equipados com TV de alta definição de 42", cozinha, sofá e a cama Hyatt Grand. As acomodações ainda oferecem sala de estar com cafeteira e adega.


Suite do Hyatt Place Memphis Primacy Parkway, nos Estados Unidos
(foto: memphisprimacyparkway.place.hyatt.com)

Atualmente, os 128 hotéis da marca estão presentes em 69 cidades e 33 estados norte-americanos, totalizando 15.919 UHs.
 
Hyatt Summerfield Suites
Espaço e sensação de estar em casa. São estes os benefícios que a marca visa proporcionar ao público upscale, combinando
hospitalidade a um design residencial. As habitações da categoria studio, com opções para uma ou duas acomodações, oferecem cozinha equipada, TV de tela plana de alta definição e internet banda larga gratuita.

 
Fachada e acomodação do Hyatt
Summerfield Suites El Segundo, na Califórnia
(foto: elsegundo.summerfieldsuites.hyatt.com)

As áreas comuns são projetadas para criar um ambiente de conforto, incentivando a socialização entre os hóspedes. Ainda fazem parte das propriedades espaços como piscina, fitness, mercado 24 horas e business center.

No momento apenas os Estados Unidos possuem hotéis da marca. São 29 empreendimentos e 3.804 apartamentos, divididos em 22 cidades e 13 estados.
Andaz
A marca com menos empreendimentos da rede - são dois hotéis e 524 UHs - preza pela preferência pessoal e conforto simplificado. São apontadas como características dos estabelecimentos serviço atencioso e espaços inovadores.


Restaurante 1901, no Andaz Liverpool Street, na Inglaterra
(foto: hyattpressphotos.com)

As propriedades foram edificadas com objetivo de abraçar a cultura local, permitindo aos hóspedes fazer o reconhecimento das redondezas.

Programas de fidelidade
Atualmente a rede disponibiliza cinco programas de fidelidade para seus hóspedes, os quais oferecem benefícios aos diferentes tipos de clientes. São eles:


Private Line
Criado em 1963, foi o primeiro programa da companhia. Direcionado para assistentes administrativos e executivos, oferece benefícios em seus hotéis participantes, como cartões de cortesias em spas, cheques de cortesia da American Express e pontos do Hyatt Gold Passport - programa de fidelização global da rede -, entre outros.


Hyatt Gold Passport
Válido em todos os hotéis da rede, o programa tem foco nos hóspedes frequentes, que podem trocar pontos por pernoites de cortesia e usufruir de benefícios exclusivos.

Os associados do programa são divididos em diferentes categorias: a Gold, que oferece pernoites, benefícios e ofertas especiais; a Platinum, a qual dá direito ao hóspede escolher seu tipo de cama preferido e 15% de bônus em pontos, entre outros; e a Diamond, que cede 30% de bônus em pontos, amenitie especial de boas-vindas e garantia de três dias de disponibilidade para hospedagens.

Hyatt Gold Passport Planner Rewards

Trata-se do mais recente programa da rede, que oferece pontos do Hyatt Gold Passport para organizadores de eventos. Nele, as reservas para grupo de executivos ou eventos são revertidas em benefícios do programa global do grupo. Outra opção é
aplicar as aquisições em eventos futuros, o que garante descontos para as companhias.
 


Club at the Hyatt
Criado há mais de 16 anos, o Club at the Hyatt é voltado para os associados das áreas de gastronomia e entretenimento dos hotéis da marca. Estes clientes podem ter benefícios como redução de 50% no valor da conta em restaurantes, bares e spas dos empreendimentos participantes, além de tarifas preferenciais de hospedagem. Ainda contempla seus membros com garrafas de vinho e pernoites cortesia.

Atuação na América Latina
Atualmente a Hyatt conta com sete empreendimentos na América Latina, sendo quatro sulamericanos. Entre os latinos, o país que mais possui propriedades da rede é o México, com três unidades da bandeira Regency - o Cancun, Merida e Villahermosa. Além disso, está programada para 2011 a abertura do Park Hyatt Mexico City.


Hyatt Regency Cancun, no México
(foto: hyattpressphotos.com)

Em segundo lugar está a Argentina, com o Park Hyatt Mendoza e Palacio Duhau - Park Hyatt Buenos Aires. Já o Chile e o Brasil possuem um hotel cada, ambos da bandeira Grand Hyatt, localizados em Santiago e São Paulo - clique aqui para ver o In Loco especial do Grand Hyatt São Paulo e aqui para o da unidade na capital chilena.

Expansão no Brasil
A rede tem planos de ampliar sua atuação no Brasil, a começar por uma unidade Hyatt Place do estado de São Paulo, que, segundo Arteaga, deve ser anunciada em breve. "Estamos com as negociações bem adiantadas", afirma.

O executivo ainda informa que são necessários investimentos de aproximadamente R$ 20 milhões para a construção do hotel, o qual terá o mínimo de 120 acomodações, o que cumpre as metas estabelecidas pela rede para as propriedades da marca. Ele também explica que o foco da companhia "é abrir empreendimentos da bandeira no interior paulista, em cidades como Campinas, Ribeirão Preto e São José dos Campos, além de um Park Hyatt na capital do estado".


Suíte do Grand Hyatt São Paulo
(foto: Thais Medina)

Ainda está prevista a inauguração de hotéis da bandeira Regency em cinco capitais brasileiras - Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Brasília e Porto Alegre. "A ideia é implantar a marca por meio de projetos que mesclem resorts com segunda residência", afirma o executivo.

Quando questionado sobre o fator que motivou a escolha dos destinos, Arteaga diz que foi feito um estudo sobre as localidades. "As cidades foram escolhidas de acordo com uma análise de demanda hoteleira", justifica.

Crise econômica
Como todos os segmentos que envolvem a cadeia produtiva, a hotelaria também vive um momento de incertezas em vista da crise econômica global. No caso da Hyatt, Arteaga comenta que a instabilidade está sendo encarada de duas formas distintas.
"Ela tem atrasado alguns projetos, mas também existem oportunidades, como o desenvolvimento imobiliário residencial-hoteleiro", afirma.


Acomodação do Andaz West Holywood, localizado na famosa Sunset Boulevard, nos Estados Unidos. No detalhe, a decoração da parede
(foto: westhollywood.hyatt.com)

Sobre uma retração por parte dos clientes neste início de ano, o executivo despista, se limitando a dizer que "existe uma expectativa a respeito do aquecimento da economia novamente".

Consciência ambiental
Buscando a redução dos impactos causados ao meio ambiente, a rede promove ações em vários de seus empreendimentos, incluindo programas para reduzir gastos e emissão de gás carbono, reciclagem, reutilização de toalhas, uso de energia solar, controle de luz e ar-condicionado pelo cartão - sendo ativados somente na presença do hóspede -, e colaborações com as comunidades dos destinos.


(foto: sbe.hw.ac.uk)

Confira alguns exemplos:

Grand Hyatt Santiago (Chile): O hotel criou seu próprio sistema de reciclagem, reaproveitando alumínio, plástico, papel e vidro, que são transformados em produtos para serem doados aos moradores da comunidade na qual se encontra. Além disso, o empreendimento ministra aulas para crianças de escolas locais, ensinando sobre a responsabilidade ambiental e doando equipamentos de tecnologia da informação para instituições menos privilegiadas.

Grand Hyatt Dubai (Emirados Árabes Unidos): O empreendimento converteu seu sistema de aquecimento de água, que passou de diesel para energia solar a fim de reduzir os custos e emissão de carbono. Outra medida é o uso de água de esgoto tratada, o que implica na economia de 800 mil galões de água por semana - ou 120 mil por dia.

Hyatt Regency Mission Bay Spa and Marina (Estados Unidos): A consciência ecológica está presente no Blue Marble Spa, no qual todos os produtos são orgânicos e naturais. Além disso, o espaço contempla lâmpadas econômicas, piso de madeira compensada de bambu e produtos de limpeza que não agridem o meio ambiente.


Hyatt Regency Mission Bay
Spa and Marina, na Califórnia
(foto: hyattpressphotos.com)

Escritórios de vendas
A rede possui 18 escritórios de vendas em pontos estratégicos do mundo, sendo dois em São Paulo, além de um gerente comercial no Rio de Janeiro, que não possui endereço comercial fixo.

São Paulo
Grand Hyatt São Paulo
Avenida das Nações Unidas, 13.301
São Paulo, SP - Brasil
CEP: 04578-000
Equipe de vendas:  11 2838-1234 

Sun Crowne Representação e Turismo Ltda (representante brasileira dos hotéis dos Estados Unidos e Caribe)
Rua 7 de Abril, 127 - 4º andar - CJ 41
São Paulo, SP - Brasil
CEP: 01043-903 
11 3257-8855 


Rio de Janeiro
Gabriel Moura Neves - gerente comercial
11 9166-2659 
 
Central de reservas
0800 880-1234

Serviço
www.hyatt.com

Comentários