Redes Hoteleiras: Starwood quer chegar a 1 mil hotéis em 2009

 
 
A rede escolhida desta vez para compor a série Redes Hoteleiras é a Starwood Hotels & Resorts Worldwide. Com 942 propriedades e aproximadamente 292 mil UHs, distribuídas em 97 países, a rede está em constante plano de expansão.

 

Em 1995, a empresa de investimentos Starwood Capital deu seu primeiro grande passo na indústria da hospitalidade quando adquiriu o Hotel Investors Trust. A então recém-formada Starwood Lodging aumentou drasticamente seu portfólio global quando adquiriu a Westin Hotels e a ITT Sheraton Corporation, em 1998, passando a se chamar Starwood Hotels & Resorts Worldwide, Inc.

Em 1999, a empresa adquiriu a Vistana Inc., depois batizada de Starwood Vacation Ownership, Inc., companhia voltada para o mercado de incorporação e operação de resorts em sistema time share - hoje conta com 26 propriedades, localizadas nos Estados Unidos, México e Bahamas.

 

Em 2005, a expansão continuou e a Starwood adquiriu a marca Le Méridien, adicionando 130 hotéis ao seu portfólio e fomentando o crescimento da empresa em localidades como Europa, África, Oriente Médio e Ásia. A companhia também desenvolveu novas marcas e, em 2008, foram inauguradas as bandeiras Aloft e Elements by Westin.
 
Por Ana Lucia Silva
 

 

Algumas das marcas que a rede assumiu já eram tradicionais, como a Sheraton Hotels e Resorts e a Westin Hotels e Resorts, as maiores marcas da Starwood, que hospedam clientes há mais de 60 anos.

 

No Brasil, a rede possui seis empreendimentos: Sheraton Barra Hotel & Suítes, Sheraton Porto Alegre, Sheraton Rio Hotel & Resort, Sheraton São Paulo WTC Hotel, Four Points Curitiba e Four Points Macaé.

 

Sede da empresa, em Nova York
(foto: en.wikipedia.org)
 
A empresa, atualmente sediada em White Plains, Nova York, oferece a seus clientes nove marcas, com características e serviços diferentes, focando em públicos e mercados diversos.

Confira abaixo mais informações sobre cada marca da Starwood.
 

 

Westin

Classificada na categoria upper upscale luxury, é a marca mais antiga da Starwood. Tem como público alvo executivos de alto poder aquisitivo e mercado de convenções. São mais de 150 hotéis ao redor do mundo.
 
Westin Rotterdam, na Holanda
(foto: starwoodhotels.com.br)
 

 

Four Points by Sheraton

Criada em 1995, a marca de categoria mid-scale veio substituir para linha Sheraton Inn. São 120 hotéis em 21 países e Four Points busca ser mais prática e tem a premissa de "viver os prazeres simples da vida". São esperados mais cinco hotéis ainda para este ano na América do Norte e na Ásia.

 

Como diferencial, os empreendimentos americanos oferecem o Four Pies e Best Brews. No Brasil são duas unidades - uma em Curitiba e outra em Macaé (RJ).
 
 

  

Aloft

Instituída em 2005, o primeiro hotel da marca foi aberto em 2008. De categoria mid-scale, é uma releitura da W Hotels, com perfil jovem e moderno. Inserida no contexto deste público, a Aloft tem até um blog com suas novidades: www.aloftagogo.typepad.com

 

Le Meridien

Originalmente a marca pertencia ao francês Le Meridien Etoile, da companhia aérea Air France. Tem a proposta de misturar a cultura contemporânea com o clássico europeu. São mais de 120 empreendimentos espalhados cerca de 50 países.

 

Os hotéis focam na arte e até as chaves são personalizadas com obras, servindo de passaporte para galerias como Elementa (Dubai), Jean Leon (Barcelona), Yerba Buena (San Francisco), Gallerie Taksu (Kuala Lampur), Moca (Shangai), Secession (Viena), NMNM (Monte Carlo) e Macba (Barcelona). São chamadas de unlock door.

 

A única unidade na América do Sul é o Le Meridien Panamá, que vai abrir em junho deste ano.
 
Le Meridien Tahiti
(foto: honeymoon-destinations.org)
 

 

St. Regis

Classificada na categoria luxo, a marca conta com 17 unidades pelo mundo, além de mais 22 em desenvolvimento. O primeiro St. Regis foi construído em 1904, em Manhattan, Nova York onde em 1930 o bartender Fernand Petiot criou o coquetel Bloody Mary - um misto vodka com suco de tomate.

St. Regis Aspen Resort, nos Estados Unidos
(foto: starwoodhotels.com)
 
 
 

Element by Westin

É a linha verde da rede. O design das propriedades levam em conta o aproveitamento e economia de água e energia. O hotel em Lexington, Massachusetts, foi certificado com o primeiro título para rede hoteleira do U.S. Green Building Council’s LEED.
 
Com ambientes modernos e clean, baseados em residências urbanas, surge com a proposta de criar quartos que podem ser usados de diversas maneiras e proporcionar relaxamento. Em sua estrutura utiliza materiais reciclados nos carpetes e latas de lixo reaproveitadas, além da arte com pneus nas paredes e a prática de colocar os amenities em dispensers, medida adotada para evitar o uso de embalagens.
 
Element Lexington
(imagem: starwoodhotels.com)
 

 

Sheraton

Pertencente à categoria upscalle full service, é maior marca da rede. Existe desde 1937, quando foi fundada por Ernest Henderson. Em 1985 foi o primeiro hotel internacional a fixar na China, entrando depois na rede Starwood.

 

Um dos principais destaques é o Link@Sheraton, versão informatizada do lobby dos hotéis Sheraton que consiste em uma mistura de business center e lobby. O espaço conta com a parceria da Microsoft.

 

É também a bandeira com mais unidades no Brasil. São quatro hotéis no país, distribuídos por Rio de Janeiro, Porto Alegre e São Paulo.
 
Sheraton Rio Hotel & Resort, no Rio de Janeiro
(foto: divulgação)
 

 

W Hotels

São 29 hotéis de categoria luxo, que trazem o conceito de fazer o hóspede  "entrar em um mundo de Wow". Mistura-se design arrojado com elementos de moda, música, entretenimento e cultura pop. 

O plano da marca é triplicar o número de empreendimentos até 2011.

 

The Luxury Collection

Implantados geralmente em edifícios históricos ou de arquitetura arrojada - um exemplo é o Hotel Schloss Fischl, na Áustria, que tem mais de 557 anos - também ocupa lugares antes usados como residências da aristocracia e monarquia européia.
 

A marca possui mais de 69 hotéis e resorts em cerca de 26 países. Está presente na América Latina, em destinos como Argentina e Chile.

 

Programa de fidelidade

Desde o seu início, em 1999, o Starwood Preffered Guest (SPG) já inclui mais de 47 milhões de membros. Os pontos acumulados podem ser revertidos em hospedagem gratuita, conveniência e milhas aéreas - que podem ser usadas em 33 companhias
parceiras.

 

Os membros do SPG também usufruem de benefícios como finais de semana gratuitos: todos os hóspedes que integram o programa, independentemente do tempo de adesão, e que tiverem duas estadas em qualquer hotel da Starwood entre 1º de maio e 31 de julho de 2009, ganham uma noite grátis no fim de semana. Ainda é  possível combinar as room nights e formar um final de semana inteiro, já que a quatidade não é limitada.

 

Para participar do programa, basta se cadastrar pela internet ou no próprio hotel.

 

Design

Outra característica da rede é o investimento no design de seus empreendimentos. Para isso, a empresa conta com especialistas como Frank Gehry, Yabu Pushelberg, Charles Gwathmey, David Rockwell e Thon Filicia.
 

Futuro

A rede está no meio de um projeto de expansão global, incluindo mais de 400 hotéis que somarão mais de 100 mil UHs, sendo que maioria deles vão se encontrar fora dos EUA, em destinos como Índia, China, Oriente Médio e Rússia.

 

Os planos de expansão da rede incluem 60 projetos residenciais com as marcas upper-upscale - St. Regis, W, The Luxury Collection e Westin -, que serão edificados em destinos como Aspen, Deer Valley, Punta Mita, Nova York, Dallas, Boston, Cingapura e Dubai. Neles, os donos terão acesso ao serviço hoteleiro e amenities disponíveis para hóspedes, como room service, spa, academia e concierge.

 

Já o braço Starwood Vacation Ownership, por sua vez, tem planos de expansão que incluem 12 propriedades em países como Estados Unidos, Havaí, México e Caribe.

 

A rede, em parceira com seus investidores, espera atingir a marca de 1 mil hotéis em mais de 95 países em 2009, implantando empreendimentos de todas as suas marcas.

 

"Benefícios gerados por empreendimentos hoteleiros, como os desenvolvidos por Starwood Hotels & Resorts, não são percebidos apenas pelos hóspedes, surpreendidos com experiências

positivas durante a estada. Eles também trazem diversas vantagens econômicas, financeiras e sociais para o país em que estão alocados, bem como para os investidores do setor", destaca Ricardo Suarez, vice-presidente de Desenvolvimento da Starwood.

"No âmbito social, a construção e
manutenção dos imóveis contribuem para a geração de empregos e renda para

as comunidades locais, responsáveis pela atração de prestadores de serviços diversos, capacitação de colaboradores, além de revitalização e desenvolvimento de áreas com baixo desenvolvimento econômico e industrial", conclui o executivo.

 

Para os próximos cinco anos, a rede pretende expandir em 40% seu portfólio. Sob a marca Sheraton serão 18 novos hotéis, situados em destinos como Nova York, San Juan, em Porto Rico, Istambul, na Turquia, Praga, na República Tcheca e Quindao, na China, com um investimento total de US$ 4 bilhões, que vão se somar aos outros US$ 1,3 bilhões que serão investidos na revitalização de 100 hotéis da bandeira.

 

Já a Westin deve inaugurar 11 hotéis ainda este ano, espalhados pelas cidades de Mumbai, Xangai, Cidade do México e Houston.
 
Projeção artística do W Santiago
(foto: divulgação)
 

A W Hotels, abrirá 13 propriedades em Barcelona, Bali, Doha, Atlanta, South Beach, Hollywood, Washington D.C, além de sua primeira unidade na América do Sul, em Santiago, no Chile, que deve ser inaugurada em junho de 2009.

 

Na América Latina serão 20 empreendimentos nos próximos anos. Além do W Santiago, estão na lista para abertura ainda neste ano o Tambor del Inca A Luxurry Collection, Four Points by Sheraton Los Angeles, no Chile, Four Poins by Sheraton Linda Vista, no México, St. Regis Cidade do México, St. Regis Punta Mita.
 

Starwood para casa

Além dos serviços hoteleiros, a empresa vende suas marcas nos mais diversos produtos, como a cama Heavenly Bed da Westin, que tem até linha para cães. As mercadorias podem ser adquiridas por diversos canais como lojas online, catálogos nos quartos e outlets como a W Hotels The Store, em oito propriedades.

A próxima a fazer parte desse mercado é o Four Points by Sheraton, que já disponibiliza vários produtos como traveseiros e camisetas em seu site.

 

Para quem gosta de números

A rede possui:

942 hotéis, que incluem 285 mil UHs em quase 100 países
Destes:
69 hotéis são propriedades ou consignações;

436 hotéis são administrados ;

437 hotéis contam com recebimento de franchising fees.


Região

Número de Propriedades

UHs

América do Norte

512

169.600

Europa, África, Oriente Médio

254

62.000

Ásia

143

47.700

América Latina

59

12.700

Total

968

292.000

 

Escritório de Vendas

Sheraton Barra Hotel & Suítes
21 3139 8000


Sheraton Porto Alegre
51 2121 6000


Sheraton Rio Hotel & Resort
21 2274-1122


Sheraton São Paulo WTC Hotel
11 3055-8000


Four Points Curitiba
41 3340-4000


Four Points Macaé
22 2106-2660
 
Escritório de Vendas São Paulo 
11 3372-9400
Alameda Campinas, 579 - 2º andar
Cep 01404-000

 

Central de reservas

0800 891 3566
 
Serviço

Comentários