Rio Inn Art fecha janeiro com incremento de diária média

Rio Inn ArtNo total, o hotel conta com 19 acomodações temáticas

Visitado pelo Hotelier News no final do ano passado, o Rio Inn Art fechou janeiro com diária média de R$ 202. O valor representa acréscimo de 50% em relação ao período pré-Réveillon. Perto de completar dois meses de operação, a unidade teve ainda faturamento na casa dos R$ 100 mil no mês passado. Já a ocupação média chegou a 71%, o que anima o empreendimento para a chegada do Carnaval.

Para o período de folia, Thacio Chaves, um dos proprietários do hotel, afirma que 80% dos quartos estão reservados. “Estamos numa região privilegiada do Rio de Janeiro, pois Copacabana é muito procurada por turistas nesses períodos. Por isso, acredito que nossa ocupação chegue a 100%”, revela. 

O empresário disse ainda que, para o período de folia, a diária média deu um salto, com as tarifas variando de R$ 400 a R$ 800. “Boa parte das vendas vem chegando por canais de OTAs, principalmente Booking e Expedia. Há também vendas diretas diretamente no nosso site”, explica Chaves. 

Rio Inn Art: mais informações

Ainda em soft opening, o Rio Inn Art se considera num bom caminho. De acordo com Chaves, a propriedade passa por um processo de finalização das obras, com a realização de alguns ajustes. Ele acrescenta que a obra foi pensada também para atender ao modelo Airbnb. “O conceito de experiência na hospedagem e o tamanho do empreendimento nos permite acesso à plataforma. É um dos caminhos que encontramos”, comenta.

Nesses dois meses de operação, 60% do público do hotel são estrangeiros, vindos da Argentina, Chile, Europa e EUA. Já a demanda doméstica é oriunda principalmente de Minas Gerais, além de um contingente menor de Manaus. Na sua grande maioria, são casais que viajam a lazer.

Ao todo, a estrutura dispõe de 19 quartos, todos nomeados com nomes de destinos turísticos da cidade. Com tom temático, o hotel utiliza tons coloridos internamente, principalmente roxo, tonalidade presente na fachada do empreendimento.

(*) Crédito das fotos: Arquivo HN

Comentários