Saint Regis Nova York é vendido para fundo do Catar

Saint Regis (EUA) é vendido por US$ 310 milhõesCom decoração clássica, hotel é um dos mais icônicos de Nova York

O Saint Regis Nova York, nos Estados Unidos, foi vendido por US$ 310 milhões para a Autoridade de Investimentos do Catar (QIA). O negócio teve o assessoramento da JLL Hotels & Hospitality e era um dos poucos ativos ainda nas mãos da Marriott Internationa. Entre outras histórias, foi no tradicionalíssimo empreendimento nova-iorquino que o drinque Blood Mary foi inventado.

Localizado na região do Midtown East de Manhattan, com vista para a Quinta Avenida, a unidade, que continuará sendo operada pela Marriott, faz parte da concorrida lista da Forbes. As comodidades incluem, entre outra, o restaurante The Astor Court e o King Cole Bar.

Saint Regis: hotel icônico

O estabelecimento foi aberto em 1904 por John Jacob Astor IV, ocupando um imponente edifício de arquitetura Beaux-Arts de 18 andares. Uma das propriedades mais tradicionais de Nova York, o hotel tem 238 apartamentos e passou para as mãos da Marriott após a aquisição da Starwood Hotels & Resorts, em 2016.

Tanta tradição e história tornam o Saint Regis Nova York um hotel para poucos. As diárias, por exemplo, variam de US$ 700 a US$ 4 mil, de acordo com o site da rede americana. Localizado a apenas 13 quilômetros do Aeroporto La Guardia, o hotel possui ainda 13 salas para eventos. 

(*) Crédito da foto: Divulgação/The Saint Regis New York

Comentários