Santuário Nacional quer se firmar além do público religioso

Santuário Nacional - Ian MaltaMalta: estrangeiros respondem por apenas 10% da hospedagem

Um hotel de 330 quartos e um centro de convenções que pode receber até 6 mil pessoas em formato arena. O Santuário Nacional, em Aparecida (SP), recebe muitos grupos de romarias, mas tem infraestrutura para ir muito além. Em razão disso, a empresa foi divulgar seus atrativos na WTM Latin America (WTM-LA), encerrada ontem (5), em São Paulo.

“Hoje, apenas 40% dos nossos hóspedes são grupos de romarias. O restante é de particulares, ou seja, clientes que vêm individualmente visitar a Catedral Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida e ficam conosco”, explica Ian Malta, atendente da Central de Reservas do Núcleo de Eventos do Santuário Nacional. “Além disso, muita gente vem participar de eventos no nosso centro de convenção”, acrescenta.

Segundo Malta, o espaço – que conta até 18 salas modulares – recebe desde shows de cantores gospel a eventos corporativos. “Há pouco tempo, por exemplo, tivemos a convenção regional da Mary Kay. Além disso, estamos abertos a receber encontros de todas as religiões”, destaca.

Santuário Nacional: hotel

De categoria quatro estrelas, o Rainha do Brasil é o hotel oficial do Santuário Nacional. Localizado dentro do completo do santuário, o empreendimento opera com pensão completa e tem uma diária média de R$ 472 para duas pessoas.

“Nosso público é basicamente formado por famílias, a maioria das regiões Sul e Sudeste. Nosso período de maior movimento começa nas férias de julho e culmina com a semana do feriado de 12 de outubro, Dia de Nossa Senhora Aparecida. No período, trabalhamos muito com pacotes e a diária média cai um pouco”, revela Malta. “Cerca de 10% dos nossos hóspedes são estrangeiros, em que há um domínio do mercado sul-americano, até pela proximidade”, finaliza.

(*) Crédito da foto: Vinicius Medeiros/Hotelier News

Comentários