Setur-BA quer mais municípios no Mapa Turístico Brasileiro

BahiaBahia tem 150 municípios turísticos espalhados por 7 zonas

A Bahia quer ampliar sua presença no Mapa Turístico Brasileiro. Segundo a Setur-BA (Secretaria Estadual de Turismo da Bahia), o objetivo é atualizar e inserir municípios que tenham potencial de desenvolvimento turístico no projeto. Vale lembrar que a categorização do mapa teve mudanças no ano passado.

Sendo assim, a entrada de novas localidades depende também da comunicação entre Setur-BA e os municípios escolhidos. Para organizar tudo isso, a pasta enviou às prefeituras os critérios e exigências do MTur (Ministério do Turismo), promotor da publicação.

Segundo José Alves, secretário estadual do Turismo, a estratégia é se preparar o mais cedo possível para concluir o processo. “Com o prazo de cadastramento ainda não fixado pelo ministério, estamos nos antecipando. Assim os gestores municipais têm um tempo maior para se adequarem ao que é pedido”, explica.

Outro ponto importante é o que descreve a Portaria n° 192 do MTur. A partir de 2019, o reconhecimento das zonas turísticas se dá somente àquelas que operarem com instância de governança regional, Contur’s (Conselhos Municipais de Turismo) ativos e prestadores de serviço registrados no Cadastur (Cadastro de Pessoas Físicas e Jurídicas do Setor de Turismo).

Bahia: critérios

Com 150 cidades presentes na publicação, o estado baiano precisará seguir outras diretrizes para expandir sua presença. Além do que foi citado, é necessário que as regiões tenham características similares ou complementares, além de uma identidade histórica, cultural, econômica ou geográfica em comum. 

Em suma, os critérios observados para entender a economia da cidade incluem o número de empregos e de estabelecimentos formais no setor de hospedagens e as estimativas do fluxo turístico doméstico e internacional. Dessa forma, os municípios são colocados em cinco categorias, que vão de A a E.

(*) Crédito das fotos: Marcio FIlho/MTur (Ministério do Turismo)

Comentários