Shangri-La Hotel At The Shard, em Londres, oferece teatro particular em suítes

Shangri-La Hotel At The Shard - peças nas suítesPeças são intimista, com proximidade inigualável do palco

O Shangri-La Hotel At The Shard, em Londres, inovou em sua oferta cultural. Em parceria com companhias teatrais inglesas, o empreendimento vai exibir peças teatrais dentro de algumas suítes. A novidade começa em novembro e pode ser assistida por um número limitado de pessoas, seja hóspede ou público externo. O projeto, que se estende até 31 de janeiro de 2019, ganhou o nome de "Teatro nas Nuvens".

O projeto foi idealizado pelos atores Melanie Fullbrook, Freddie Hutchins e Lucy Eaton, da companhia teatral Revels in Hand. As apresentações ocorrem nos apartamentos dos andares mais altos do hotel, por isso o nome do projeto. Para os idealizadores, a ideia é trazer à tona o aspecto "íntimo" que o teatro teria perdido.

Acomodado próximo ao palco, o público é convidado a curtir a peça perto o suficiente para ver as expressões nos rostos do elenco. "A companhia Revels in Hand traz para a atualidade essa clássica experiência. Cria ainda uma nova oferta de luxo, com o teatro em sua mais pura forma", afirma o empreendimento, em nota.

Shangri-La Hotel At The Shard: programação

O evento acontece em três oportunidades, sendo uma por mês, de novembro a janeiro de 2019. No dia 8 de novembro, a peça será "Bell, Book and Candle", de John Van Druten. A peça "Voz da Tartaruga, também de Van Druten, pode ser vista em duas ocasiões: 6 de dezembro ou 31 de janeiro. Todos são espetáculos de comédia.

As suítes do hotel são espaçosas, com banheiros revestidos em mármore, piso aquecido, interiores elegantes e sofisticados. Além disso, janelas de vidro do chão ao teto exibem vistas panorâmicas de alguns dos marcos mais famosos de Londres, como o Big Ben, a Catedral de St. Paul, a Tower Bridge e a Torre de Londres.

O Shangri-La Hotel At The Shard integra o portfólio da Shangri-La Hotels and Resorts. A rede de Hong Kong vendeu cerca de 17 mil diárias para o público brasileiro em 2017 e pretende aumentar esse número. Para isso, contratou em abril a agência Hub2World para ser sua representante na América do Sul e espera estreitar a relação com stakeholders locais. A ideia é, entre outras ações, promover encontros de relacionamento com operadores nacionais, bem como se aproximar da mídia.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Teatro nas Nuvens

Comentários