Staybridge Suítes São Paulo oferece serviços voltados ao turismo hospitalar

staybridge suítes são paulo- hospitalarHotel conta com 10 apartamentos adaptados

Localizado em um complexo multiuso com uma torre de consultórios médicos e próximo ao Hospital Sírio-Libanês, o Staybridge Suítes São Paulo passou a receber demandas de turismo hospitalar nos últimos anos. Com hóspedes passando por tratamentos, a unidade da IHG (InterContinental Hotels Group) adaptou 10 apartamentos e passou a oferecer serviços visando maior conforto aos pacientes hospedados.

As reformas foram concluídas em abril deste ano e atendem às necessidades de pessoas com mobilidade reduzida, que também servem para hóspedes que demandam de cuidados especiais. “Unimos a lei que pede que os empreendimentos tenham uma quantidade de quartos adaptados a serviços para clientes em tratamentos, oferecendo mais conforto, carinho e atenção”, diz Daniela Pereira, gerente geral da unidade.

Além das acomodações com cozinha e banheiro adaptados, o Staybridge também oferece serviços diferenciados aos hóspedes hospitalares. O café da manhã é servido no quarto sem taxas adicionais, a arrumação pode ser feita com hora marcada e um concierge está disponível para comprar medicamentos ou buscar exames, por exemplo. 

“Esses hóspedes muitas vezes precisam preparar a própria refeição, possuem horários regrados e muitas vezes estão com mobilidade reduzida. Para facilitar suas rotinas, oferecemos essas facilidades”, explica a gerente. “A maioria são pessoas que estão se recuperando de cirurgias ou passando por tratamentos longos e precisam retornar ao hospital com frequência”, complementa.

Staybridge Suítes São Paulo: demandas

Segundo Daniela, a demanda ainda é pouco expressiva, mas o empreendimento vê crescimento para o futuro. “É cedo para dizer o quanto esse público representa em nossa receita, mas no primeiro semestre representou 3% de nossa ocupação”, conta. 

A unidade recebe hóspedes tanto da capital paulista quanto de outros estados e interior de São Paulo. “Estamos em processo de divulgação e implementação desses serviços, mas a nossa expectativa é que essa demanda cresça nos próximos anos.” 

O Staybridge não diferencia tarifas para os apartamentos adaptados ou cobra taxas pelos serviços oferecidos ao público em tratamento. 

(*) Crédito da foto: Divulgação/Staybridge Suítes São Paulo

Comentários