STR: Brasil tem o maior pipeline da América do Sul em 2019

Estudo divulgado pela STR apontou os mercados (com exceção dos Estados Unidos) com maior pipeline global de desenvolvimento em 2019. Na América do Sul, o Brasil apresenta o número mais alto de inaugurações previsto. Sem surpresas, a região Ásia-Pacífico tem liderança folgada no indicador, com protagonismo absoluto da China.

No Brasil, de acordo com a STR, entrarão em operação 5,2 mil apartamentos, ou 15,1% do inventário previsto nas Américas (excluindo os Estados Unidos) este ano. A liderança é do México, com 9,9 mil quartos (27,1% do total), seguido pela República Dominicana, com 5,9 mil habitações (16,2%) – o Brasil é o terceiro no ranking regional. Outros países em destaque são Canadá (5,1 mil e 14,3%) e Colômbia (2,1 mil e 5,8%), que aparecem nas quarta e quinta posições, respectivamente.

STR: protagonismo chinês

A região Ásia-Pacífico (188,2 mil apartamentos) tem mais do que o dobro de quartos previstos em relação ao segundo colocado, a Europa (94,2 mil). O mercado chinês detém quase a metade (43,9%) de toda oferta asiática, com 82,5 mil acomodações, além de possuir sozinho mais do que todo pipeline do Oriente Médio e África (80,2 mil unidades habitacionais).  

Outro mercado em acelerada expansão é a Indonésia (16,6 mil apartamentos), ficando na terceira posição na Ásia-Pacífico. Não à toa, a Oyo Hotels vem investindo forte por lá, tendo objetivo de aplicar US$ 100 milhões no mercado local. No Oriente Médio, o protagonismo absoluto é dos Emirados Árabes Unidos (31,5 mil quartos). Em Dubai, por exemplo, acaba de abrir o W Hotels – The Palm

Já na Europa, a Alemanha (27,7 mil quartos, 29,4% do total) tem o maior pipeline da região, seguida pelo Reino Unido (22,8 mil/24,2%). Veja abaixo infográfico com as informações completas de cada região analisada pela STR.

STR - Infográfico pipeline

(*) Crédito da capa: sasint/Pixabay

(**) Crédito infográfico: Divulgação/STR

Comentários