STR: impacto do Super Bowl supera expectativas em Atlanta (EUA)

STR Super Bowl Atlanta

A grande expectativa do mercado hoteleiro de Atlanta para a 53ª edição do Super Bowl não foi em vão. A performance dos hotéis excederam as projeções, segundo análise do STR, com alta acima de 380% de RevPar. Apesar dos bons resultados, a cidade não superou as últimas oito anfitriãs do evento esportivo.

Entre os dias 1º e 3 de fevereiro, o mercado de Atlanta registrou 387,2% de crescimento no RevPar (US$ 239,17). A alta é resultado, principalmente, do aumento de 246,5% na diária média, que estava em US$ 314,97, US$ 40 acima do projetado pela STR. Já a ocupação ficou em 76%.

Para o STR, o motivo do impacto na hotelaria de Atlanta não ter sido maior do que as anfitriãs anteriores é o tamanho do mercado. No fim de semana do Super Bowl, a cidade tinha 99.918 quartos disponíveis, 57.178 a mais do que Mineápolis, que sediou o evento em 2018.

“A alta do RevPAR veio um pouco maior do que nossa previsão, que era um aumento de 350%. No geral, o impacto foi um tanto menor do que o Super Bowl anterior por causa do tamanho significativo do mercado de Atlanta”, afirma Carter Wilson, vice-presidente sênior de Consultoria e Análises da STR. 

STR: mais detalhes

O área próxima ao Mercedes-Benz Stadium, onde aconteceu a partida, teve a performance mais significativa. Tanto em números absolutos, quanto em taxas percentuais. 

Segundo a STR, houve regiões na cidade com grande fluxo de hóspedes. A região central, por exemplo, teve aumento de 812% de RevPar, registrando US$ 617,37. O resultado é bem próximo ao crescimento da mesma região em Mineápolis (873%). Buckhead e Galleria/Marietta foram outras praças em Atlanta que registraram alta acima da médio no município. 

(*) Crédito da Foto: WikiImages/Pixabay

Comentários