Summit Hotels planeja chegar a 300 hotéis em cinco anos

Summit Hotels - expansão - hotéis independentes - Rui UchoaUchoa: foco será nos hotéis independentes

A Summit Hotels, empresa que abriga sob seu guarda-chuva a Administradora Arco e a San Diego Hotéis, tem planos ambiciosos de expansão. De olho na hotelaria independente, a empresa pretende ampliar portfólio das atuais 13 para 300 unidades em cinco anos.

A princípio, o objetivo da Summit Hotels é estabelecer contratos de franquia ou de gestão, ficando a cargo do investidor a decisão. Dessa forma, a pretensão é oferecer aos investidores toda estrutura e expertise de marketing, vendas e distribuição da companhia. Rui Uchoa, CEO da organização, dá mais detalhes do caminho traçado.

“Vamos priorizar o Sudeste do país, mas de modo gradativo. Nosso plano inclui, primeiramente, a região do Vale do Paraíba, em razão da proximidade com São José dos Campos (SP), onde estamos situados. Depois, partiremos para o resto do estado de São Paulo, onde prevemos um mínimo de mínimo de 10 contratos assinados”, explica. A seguir, a ideia do executivo é chegar a mercados como Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Uchoa destaca que a empresa mira hotéis entre 50 e 200 apartamentos. “A maioria dos contratos que temos e prospectamos são com empresários individuais, sem envolvimento com incorporadoras e construtoras, por exemplo”, acrescenta.

Summit Hotels: recém-chegado

Dois critérios básicos para os negócios terem continuidade envolvem a qualidade estrutural do empreendimento e a avaliação dos hóspedes sobre ele. Um dos hotéis que atende a essas questões e foi incorporado na sexta-feira (22) é o Hotel Mônaco, em Guarulhos (SP).

Agora com a marca “Summit” à frente do nome, o hotel de 199 apartamentos assinou contrato de franquia com a empresa. De acordo com Uchoa, para um eventual contrato de gestão, neste ou em outro empreendimento, a bandeira utilizada será da San Diego Hotéis.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Summit Hotels

Comentários