Tarkett visa expandir representatividade hoteleira na receita

Marco Cordeiro pisosCordeiro: pisos afetam a experiência dos hóspedes

Atendendo aos mais diversos tipos de estabelecimentos comerciais, como escritórios, escolas e hospitais, a Tarkett também tem em seu portfólio de clientes meios de hospedagem. Especializada em pisos vinílicos, a empresa tem atualmente 7% de sua receita proveniente do setor de hotelaria. Contudo, os planos de expandir essa porcentagem já estão sendo postos em práticas, a fim de chegar a 12% até 2021.

Fundada em 1886, a Tarkett tem origem francesa e atua em mais de 100 países. No Brasil, a marca trabalha com importantes redes hoteleiras, como AccorHotels, Atlantica Hotels, Intercity Hotéis, BHG (Brazil Hospitality Group), IHG (InterContinental Hotels Group) e Bourbon Hotels & Resorts. Além disso, está presente em resorts como o Beach Park, que recentemente anunciou sua nova atração, bem como Tauá e Rio Quente. 

Marco Cordeiro, diretor de Vendas da Tarkett, explica como busca atender ao o que seus clientes esperam. “Realizamos entrevista com eles para entender o que os compradores necessitam naquele momento. Às vezes, os meios de hospedagem pedem produtos que atendam aos hóspedes que saem do banheiro molhados. Outro pedido é por pisos que façam menos barulho nos corredores com as malas, para não incomodar os demais clientes. Outra demanda é por pisos que tornem a limpeza mais eficiente para auxiliar no custo-benefício do empreendimento”, explica. “Este primeiro contato é uma forma de mantermos uma relação próxima com nossos clientes”, completa. 

Pisos que completam a experiência

Com seus produtos presentes em lobbys e halls, entre outras áreas dos hotéis, Cordeiro ainda ressalta a importância de tornar a vivência dos hóspedes mais agradáveis. “A tendência hoje é que os clientes optem por estabelecimentos que deem uma experiência completa e satisfatória”, ressalta.

(*) Créditos da Foto: Divulgação/Denise Delalamo Comunicação

Comentários