Temporada de baleias deve atrair 15 mil turistas para o litoral da Bahia

BahiaAbrolhos é o melhor ponto de observação na Bahia 

Prestes a se iniciar, a temporada de observação de baleias pode atrair 15 mil turistas para o litoral da Bahia este ano. A projeção é do Instituto Baleia Jubarte, que aponta as praias de Caravelas, Morro de São Paulo, Porto Seguro, Praia do Forte e até Salvador como principais pontos de avistamento.

De julho até o final de outubro ocorre o ciclo reprodutivo das baleias jubartes, que trocam a gelada Antártida pelas amenas temperaturas das águas baianas. Segundo o Instituto Baleia Jubarte, mais do que um grande público, a expectativa é que pelo menos 20 mil desses mamíferos passem pela costa baiana nesta temporada.

Segundo Sérgio Cipolotti, biólogo e coordenador operacional do instituto, a organização não governamental capacitou mais de 200 pessoas do setor turístico e operadores náuticos. "Nossa parceria é forte com agências que promovem os passeios de avistamento ao longo da costa. Estamos preparados", releva.

As agências de viagens, citadas pelo profissional, promovem passeios de barcos, escunas e lanchas para pode ver o espetáculo da natureza de perto. A aventura dura em média quatro horas e a chance de ver as baleias é muito alta. É indispensável, contudo, assistir palestras preparatórias e atender a normas de turismo responsável.

Bahia: observação de baleias

Cipolotti diz que esse tipo de turismo começou a crescer a partir de 2001, quando passou a atrair muitos estrangeiros. De acordo com o profissional, o turista internacional ainda tem fatia importante dos visitantes que participam dos passeios, mas não é mais maioria. 

“Hoje, 60% das pessoas que vêm são brasileiros de todo o país. Em geral, são famílias, pesquisadores e estudantes", explica. O profissional acrescenta que 15% dos turistas que viajam ao local tem como único propósito ver de perto os maiores mamíferos da Terra.

O Parque Nacional Marinho dos Abrolhos, próximo a Caravelas, no Sul da Bahia, é considerado o paraíso das jubartes. O local é maior berço reprodutivo da espécie no Atlântico Sul. Operadoras e agências de turismo baianas oferecem também passeios em Porto Seguro, Itacaré, Morro de São Paulo, Praia do Forte e até Salvador. Para facilitar a chegada de turistas, empresas aéreas colocam em operação 411 voos extras para o estado em julho.

(*) Crédito das Fotos: Divulgação/Instituto Baleia Jubarte

Comentários