Tendências do segmento Mice foram destaque no Fórum Eventos 2019

fórum eventos

A primeira palestra internacional do Fórum Eventos 2019, aberto hoje (29), tratou sobre as tendências do segmento Mice. David Dubois, presidente e CEO da IAEE (Associação Internacional de Exposições e Eventos) trouxe o que já está impactando o setor e o que merece atenção nos próximos anos.

Dubois começou sua apresentação provocando os presentes. “O que vocês estão fazendo para que o público coloque seu evento na lista de ‘não posso perder’?”, perguntou. Mostrando dados do TrendHunter, Dubois mostrou que 51% das empresas do segmento Mice não tem estratégia de inovação. Entre as que possuem, 57% não têm um processo para tornar ideias em realidade.“Se querem se adequar ao futuro da indústria, precisam focar em tecnologias, qualidade e interação”, vaticinou o especialista.

Fórum Eventos 2019: tendências 

A IA (Inteligência Artificial) é foco de investimento em vários mercado pelo mundo, e não seria diferente em eventos. Levantamento da IAEE mostra que a IA pode gerar entre US$ 1,4 trilhões e US$ 2,6 trilhões em marketing e vendas no mundo. Já na cadeia de fornecimento, essa tecnologia pode significar aumento da receita entre US$ 1,2 trilhões e US$ 2 trilhões.

“Reconhecimento de rosto voz e imagem; chat bots; previsão de comportamento do consumidor. Essas coisas serão essenciais para que a empresa se destaque em qualquer mercado”, comentou Dubois. 

Em relação à qualidade, o presidente da IAEE aconselha às empresa do setor a focar no nível dos serviços, em vez de colocar o “quanto custa” na frente. “Se você oferece a melhor qualidade, pode conduzir o preço”, afirmou. Outra dica é apostar no compartilhamento de conhecimento. 

“As pessoas estão cada vez mais procurando adquirir conhecimento por eventos, em vez de fazer isso na sala de aula”, disse Dubois.  “Preocupe-se com o conteúdo informativo que seu evento traz ao público. Pense no por quê desse encontro e dessas palestras, e se elas serão relevantes para seus convidados”, completou.

Por último, o palestrante ressaltou a importância de gerar interação entre os participantes e as marcas expositoras ao longo dos eventos. “O convidado se interessa e guarda informação muito melhor quando também faz parte da ação do que quando só recebe um folheto”, finalizou.

(*) Crédito das fotos: Juliana Stern/ Hotelier News

Comentários