The Hotels Network: lições da hotelaria sueca para manter operações durante a crise

The Hotels NetworkDiária média em Estocolmo se manteve estável

Assim que a crise do coronavírus ganhou proporções globais, uma das grandes questões levantadas pelo setor hoteleiro é a dúvida entre manter as operações paralisadas ou não. Para evitar maiores prejuízos, o mercado na Suécia soube adaptar-se ao momento e mantém suas atividades. Analisando o cenário, a The Hotels Network, separou algumas táticas utilizadas que servem de lição para outras praças.

A atual conjuntura do país consiste em restrições menos limitadoras quando comparado às outras nações europeias, com isso, o impacto na indústria hoteleira da Suécia foi atenuado até certo ponto. Quando observada a mudança na mobilidade desde o início do ano até o final do primeiro trimestre, é possível entender que a Suécia teve a menor diferença, com apenas uma queda de -24% em contraste com a Espanha e a Itália, que sofreram uma redução de -94% na mobilidade.

Analisando também as tendências diretas de reservas usando o conjunto de dados da rede de hotéis, é possível concluir que em março os hotéis localizados na Suécia não sofreram a súbita queda no tráfego do mecanismo de reservas e nas reservas diretas vistas na Espanha. Embora tenha havido um declínio claro, a curva é mais gradual, com o volume de reservas sendo suportado principalmente por visitantes domésticos, provavelmente devido à sua maior mobilidade. As taxas de conversão na Suécia também mostraram sinais de recuperação no início de abril, ajudando a aumentar levemente o volume de reservas.

Já em relação às taxas, um estudo recente da Benchmark Alliance, que analisa o impacto da crise do Covid-19, mostra que os diárias médias em cidades como Estocolmo permaneceram relativamente estáveis, sugerindo que os hotéis perceberam que reduzir suas taxas não será benéfico para a economia. longo prazo. Em vez de reduzir as taxas, muitos hotéis na Suécia adotaram uma abordagem mais proativa quando se trata de definir seu plano de jogo durante a crise.

The Hotels Network: estratégias na Suécia

1. Garantir estadia e reservas sem dor de cabeça

O primeiro passo é garantir o conforto e segurança do hospedado.  Em um mundo em que o sentimento de viagem é bastante sensível, o primeiro passo para capturar reservas on-line deve ser o de tranquilizar os visitantes, e isso se resume a duas palavras: comunicação e flexibilidade. Garantir que os visitantes saibam que sobre a implementação de uma política de reserva sem preocupações pode inspirar confiança e aumentar a probabilidade de eles avançarem com uma reserva.

2. Promover estadias para atrair viajantes locais hoje

No âmbito internacional, as viagens hoje passam por grandes limitações, porém a Suécia se aproveita da mobilidade local relativamente alta. Um hotel de luxo contemporâneo e moderno no centro de Estocolmo, o Hotel At Six by Nordic Hotels & Resorts, está colocando os holofotes na experiência atraente que eles podem oferecer aos habitantes locais. Criando um pacote para os hóspedes se sentirem mimados, o hotel oferece o local ideal para aqueles que precisam de um descanso de tudo o que acontece em casa. Ao usar as opções de segmentação na ferramenta Rede de Hotéis, a mensagem Camada na página inicial é exibida apenas aos visitantes em Estocolmo, permitindo que o hotel mostre uma mensagem personalizada para atrair seu mercado local. 

3. Incentivar os hóspedes a reservar estadias mais longas

Com hóspedes ainda inseguros, uma estratégia é aproveitar-se da qualidade e não quantidade. Na Suécia, quando confrontados com um nível de demanda muito menor, os hotéis procuram maneiras de aumentar o valor médio de cada reserva que recebem. Uma tática eficaz para incentivar estadias mais longas é oferecer benefícios aos hóspedes que já procuram reservar para incentivá-los a reservar uma noite extra.

4. Gerar receita imediata por meio de vale-presentes

Disponibilizar cupons de hotel aos visitantes é uma maneira inteligente de gerar receita imediata, enquanto a demanda atual permanece baixa. Com o objetivo de atrair clientes em potencial que pensam em viajar após a redução das restrições, a promoção de vouchers de hotel (especialmente com desconto) é uma alternativa para obter receita extra.

5. Aproveitando a tecnologia para tomar decisões inteligentes sobre preços

Na Suécia, os hoteleiros entenderam a importância de manter sua estratégia de desconto sob controle para manter um alto nível de RAM. Ao oferecer descontos, é necessário entender se o valor faz sentido e se está direcionado para o público certo.  A tecnologia é um aliado que pode ser agregado em estratégias, como por exemplo, personalizando a experiência do site para cada visitante com as mensagens e ofertas mais fortes e relevantes para cada usuário.

6. Construindo uma base sólida de seguidores

Além de capitalizar qualquer demanda de viagem existente para garantir reservas diretas, agora é um bom momento para pensar em maneiras de criar um forte grupo de seguidores leais para o futuro. Não é de surpreender que, na Suécia, as taxas de conversão de reservas de sites de hotéis tenham atingido as últimas semanas, embora um pouco menos do que em outros mercados. Com o aumento da incerteza na mente dos visitantes, muitos não estão prontos para confirmar uma reserva hoje, mas os hotéis estão encontrando outras maneiras de gerar engajamento com os visitantes do site.

(*) Crédito da foto: jbrinkhorst/Pixabay

Comentários