Três perguntas para: Sebastian Barrionuevo

sebastian-barrionuevo- tres perguntas- capaBarrionuevo é presidente da filial brasileira da empresa

Antes da pandemia explodir no Brasil, a ASSA ABLOY Hospitality caminhava a passos largos rumo à expansão na América Latina. Com um novo cenário pela frente, a empresa de tecnologia aproveita as demandas que estão surgindo para inovar e aumentar seu portfólio de produtos no mercado de hospedagens.

Terra fértil para o setor, novas ferramentas serão sinônimo de segurança para os hóspedes. Tema que, inclusive, foi abordado em uma das lives do Hotelier News. Convidado para participar da transmissão realizada no dia 17 de junho, Sebastian Barrionuevo, vice-presidente da empresa para América Latina e Caribe, o profissional retoma o assunto no Três perguntas para.

Argentino natural de Córdoba, Barrionuevo já atuava com tecnologia para o setor hoteleiro antes de ingressar na ASSA ABLOY. Foi head de Foods & Beverage na Oracle e também acumula passagens pela Service One Consulting. Há três anos se juntou à equipe da empresa atual, com a responsabilidade de ajudar no desenvolvimento na América e Caribe, com atenção especial ao Brasil, onde também é presidente da filial.

Três perguntas para: Sebastian Barrionuevo

Hotelier News: Com a mudança de cenário na hotelaria, a ASSA ABLOY está trabalhando em novos produtos? Quais os planos da empresa para a retomada?

Sebastian Barrionuevo: A ASSA ABLOY sempre se destacou pela inovação e investimentos em pesquisa e desenvolvimento, o que nos permite oferecer muitas soluções para a hospitalidade, particularmente no “pós-Covid-19”. Alguns produtos já estavam disponíveis e agora ganham força, por exemplo, toda a solução de abertura de portas e controle de acesso usando o celular do próprio hóspede, ou integrações com soluções de check-in antecipado e remoto, sem contato desnecessário ou tempo de espera na fila da recepção. Outras soluções estão disponíveis, como revestimentos especiais para superfícies de maçanetas, por exemplo, com tratamento antimicrobial permanente, nosso Microshield.

HN: Como a empresa vem trabalhando a relação com os clientes durante e pós-pandemia?

SB: Durante a pandemia, temos duas prioridades: a primeira é a saúde e segurança de nossos colaboradores e suas famílias, e a segunda é manter todo o apoio a nossos parceiros, clientes e seus hóspedes. Temos equipes trabalhando nos projetos e obras de futuras aberturas, e também dando suporte tanto remota como presencialmente aos hotéis ainda em atividade e nas renovações. Com a retomada de muitas operações, empreendimentos deverão revisar equipamentos e instalações, atualizar treinamentos de colaboradores, criar novos protocolos, e a ASSA ABLOY Global Solutions está pronta para apoiá-los nesses momentos.

HN: O setor de tecnologia terá um papel de destaque na retomada do segmento de hospitalidade. O que vai mudar com o “novo normal”? Quais serão as principais demandas dos hotéis?

SB: É compreensível que a confiança dos hóspedes se abale quando eles puderem novamente visitar os hotéis, pois muitos podem perceber um risco aumentado de exposição ao vírus por muitos meses (ou mesmo anos). Infelizmente, os hoteleiros de todo o mundo podem se deparar com uma batalha difícil para superar as preocupações com a saúde dos hóspedes ao reabrir. No entanto, estão sendo identificadas soluções tecnológicas que podem ajudar não apenas a minimizar a propagação de germes, mas também podem servir como exemplos visíveis para os hóspedes de que agora existem procedimentos para protegê-los de ameaças. Portanto, a tecnologia terá um papel central em permitir que os hotéis criem os ambientes seguros que os hóspedes buscam e será crucial para recuperar um nível de confiança que garantirá que eles retornem com seus negócios.

(*) Crédito da capa: Peter Kutuchian/HotelierNews

(**) Crédito da foto: Divulgação/ASSA ABLOY

Comentários