Turismo internacional cresce 2,7% no 1º quadrimestre no Peru

peruChilenos e estadunidenses são os que mais visitam o país

O Mincetur (Ministério do Comércio Exterior e Turismo do Peru) divulgou hoje (23) que o país recebeu 1.463.499 visitantes internacionais no primeiro quadrimestre de 2019. Número significa crescimento de 2,7%, ou o equivalente a 39.064 turistas estrangeiros adicionais, em relação ao período anterior. Maiores chegadas internacionais foram registradas em 14 países emissores, entre eles o Brasil, que enviou 51.434 turistas ao Peru nesses meses. 

Analisando os aumentos do mês de abril, quatro países emissores se destacam na comparação com o mesmo mês de 2018. São eles: México (+47,7%), Equador (+33,8%), Bolívia (+23,4%) e Reino Unido (+22,8%). As principais origens dos turistas internacionais continuam sendo o Chile, com fluxo adicional de 8,6% na comparação anual. Seguido dos Estados Unidos, cuja presença cresceu 5,9%, e Equador na mesma comparação. 

O Brasil continua como o sexto principal emissor de turistas para o Peru. Entre abril deste ano e do ano passado, o país recebeu 369 turistas brasileiros a mais. Um incremento de 2,7%. Outras localidades também enviaram mais turistas ao Peru. Foram: Colômbia (+7,1%); Espanha (+ 14,4%); França (+12,1%); Canadá (+13%); Alemanha (+18,2%); Itália (+14,3%) e Japão (+17,3%). 

“Vale ressaltar que esses países emissores concentram aproximadamente 79,4% do total de chegadas internacionais ao país", completou Edgar Vásquez, titular do Mincetur.

Peru: expectativas

Espera-se que em 2019 as chegadas de turistas internacionais ultrapassem os 4,8 milhões de visitas. Em 2018, o país recebeu 4,4 milhões. Também é esperado que a entrada de divisas para o turismo receptivo alcance um recorde de mais de US$ 5 bilhões. 

Atualmente, a contribuição do setor turístico para o país representa 4% do PIB, gerando cerca de 1,5 milhão de empregos

(*) Crédito da foto: Divulgação/ Prom Perú

Comentários