Txai Resort (BA): a natureza é um luxo!

Menos de 3% da área total de 92 hectares é ocupada pelas edificações do Txai, no sul da Bahia
(fotos: Cristiano Macchi)
É uma pena não ter áudio no In Loco Especial, do contrário estaríamos ouvindo agora o cantar dos passarinhos e o barulhinho das ondas do mar. Essa é a lembrança mais simples e a mais marcante que temos do Txai, resort localizado ao sul de Itacaré (BA), na zona turística chamada de Costa do Cacau. Em funcionamento há dez anos, o resort é administrado pelo Brazil Hospitality Group (BHG).
Voltando aos passarinhos, acordar com o seu cantarolar só é possível num lugar assim: totalmente integrado à natureza, em meio a uma APA de Mata Atlântica, rodeada pela paradisíaca praia de Itacarezinho. E como se não bastasse o cenário onde está inserido, o Txai ainda oferece muito mais em termos de conforto e serviços.
Não à toa é um dos resorts de praia mais luxuosos do País. A gastronomia deixa boas recordações aos mais experientes gourmets. Os bangalôs fazem de qualquer estadia uma lua-de-mel. O atendimento evidencia a gentileza e simplicidade típicas do povo de Itacaré. O spa está entre os mais especiais do Brasil.
*Por Délia Coutinho
Todas essas exclusividades já renderam fama nacional e internacional. Ao lado de Trancoso, Itacaré está na lista de refúgios prediletos das celebridades e muitas delas escolhem o Txai. Foi grande a especulação da mídia de que o casal presidencial francês, Carla Bruni e Sarkozy, hospedou-se no Txai durante dias de relax no sul da Bahia. O hotel nega que eles tenham ficado lá, mas é certo que a primeira-dama conheceu o Shamash Spa.
Prêmios e citações em guias nacionais e internacionais também não faltam ao resort. Destaque para o título de “Hotel mais sustentável do país”, em 2008, pelo Guia 4 Rodas, e a menção no The New York Times como um dos 10 melhores destinos turísticos do mundo.
Por fim, o que significa Txai? A palavra foi tirada do vocabulário indígena e quer dizer “Companheiro”. Vejam as imagens que registramos por lá.
 São 40 bangalôs sempre rodeados pela vegetação e com um espassamento que garante a privacidade dos hóspedes, a maioria casais
 O Txai fica numa área de proteção ambiental, a APA Itacaré/Serra Grande
 Algumas UHs, normalmente as mais luxuosas, ficam nas áreas mais altas do terreno, como esta que está bem escondida
 Traço marcante da arquitetura do resort é a presença de árvores no meio dos quartos, atravessando tetos
 Poltronas de madeiras ficam dispostas na área verde...
 ...e chaises com almofadas mais em frente ao mar
 Close de uma delas
 Aqui está a praia, quase deserta, e com água do mar transparente
 A praia é ponto de desova de tartarugas. O Txai coopera com o Tamar para a sua preservação através do projeto Txaitaruga
 Algumas cadeiras do hotel estão dispostas na areia da praia
 A placa informa que a entrada pela praia é restrita aos hóspedes
 Essa é uma das cinco piscinas, é a de raia olímpica com 50 metros de comprimento
 Outro ângulo dessa piscina
Esta é a piscina principal rodeada por cadeiras e com serviço de bar. Músicas da MPB e Bossa Nova também compõem o ambiente
 Há ainda piscinas menores, quadriculares, que não vimos serem utilizadas
 Nos chuveiros externos, nada de estrutura metálica. Feitos de madeira, eles se aclimatam aos coqueiros
 O check-in personalizado é feito sem pressa e com sabor de água de coco
 Essa é a entrada do bangalô que ficamos...
 ...quando este recipiente da entrada está com água e flores é sinal que tem hóspede chegando no determinado quarto
 O quarto é aromatizado e a cama com dossel está cuidadosamente decorada com pétalas de rosas
 Um "welcome" com frutas
 Essa é a varanda, espaço ideal para curtir os sons do Txai
 As portas de vidro permitem visibilidade externa. O branco é a cor predominante no bangalô
A madeira também predomina na construção
 Aqui o guia Condé Nast Johanses, do qual o Txai faz parte...
...e o certificado de inspenção anual
 Para quem prefere a luz de velas
Repelente de insetos e cobertor extra ficam no armário
 Plantas dentro de todos os bangalôs
 O quarto tem duas pias e roupões aconchegantes. Sentiu falta da TV? Por uma questão conceitual, o Txai não tem TVs nos quartos. O aviso é feito junto com a confirmação da reserva. Mas aqueles que não conseguem se desconectar do mundo não precisam se desesperar: o acesso wi-fi é perfeito
 Amenities da Natura Ekos fazem toda a diferença num hotel. Infelizmente, ainda são poucos a oferecer
 Conhecemos as duas UHs mais caras do Txai. Elas ficam na parte mais alta do terreno. Este é o Bangalô Premium, que tem piscina privativa e diária média de R$1.900,00
 Este é Bangalô Luxo, que tem diária média de R$ 1.600,00. Aqui o diferencial é a vista que se tem direto da cama
 Uma ideia da vista que se tem dessas UHs
O Bangalô Luxo não tem piscina privativa, mas tem banheira com hidro
 
A&B
O nome a frente da cozinha do Txai é Arilma Martins. Diferente da maioria dos hotéis, aqui é uma mulher que assina a concepção dos cardápios. O café da manhã e o jantar são servidos no restaurante fechado e o almoço pode ser degustado ao ar livre no restaurante da praia.
 Essa é a vista que temos sentados à mesa durante o café da manhã
 Essa área externa é aberta durante o jantar com luzes de velas
 Este é o interior do restaurante, tudo simples e agradável. Os hóspedes podem ficar à vontade e se vestirem como quiserem em qualquer das refeições
 O café da manhã tem produtos regionais...
...como a vitamina de cacau
 ...e mais bolos, quitutes, chás, pães e a tradicional tapioca recheada feita na hora
No jantar, fomos surpreendidos com esse prato de delícias que foi apresentado como 'Agrado da cozinha'
 Depois, a entrada foi com salmão...
...e os pratos principais foram este filé combinado com um delicado purê de couve-flor...
 ...e esta lagosta com risoto de taioba, uma folha típica do local
 Este é o restaurante da área externa, aberto durante o dia, em meio ao coqueiral
 O ambiente é rústico com 'pé na areia' como tem que ser
 Esse deck é, digamos, o ponto mais privilegiado para o almoço
 No balcão do bar, Yemanjá, protetora dos mares, reina
 Perto fica a Casa de Passeios, local para agendar tours fora do hotel que vão de caminhadas a experiências mais aventureiras, como salto de tirolesa e rafting
No primeiro almoço no Txai, experimentamos esse carpaccio de carne...
 ...esses pães com azeite temperado...
 ...uma salada combinada com nozes e gorgonzola...
 ...tendo como fechamento um bobó de camarão com caruru e chips de banana
 No outro dia, aceitamos o prato 'sugestão da casa': carne do sol com pirão de leite, arroz, feijão e banana da terra. Aprovado!
 As sobremesas são simples e saborosas como esse pudim
 Mediante reserva antecipada, o hóspede pode degustar jantares especiais em locais mais reservados com direito a velas e decoração especial
 Não dá pra ver direito, mas na mesa tem as iniciais do casal unidas por um coração, tudo feito com muito cuidado com folhas e flores
 As velas no chão formando um coração
O prato sugerido pela chef foi um cordeiro com risoto que fez bom par com tinto chileno...
 ...e fechamento com sorvete de coco servido na casca
  À noite, a sala de estar onde é feito o check-in acomoda um bar com drinques
 Visão geral da sala
 que tem até lareira para uso no inverno
 Esse é outro espaço bacana: a sala de leitura
 que tem um único ponto de acesso à internet...
...e o melhor, livros em português e inglês à disposição dos hóspedes
Shamash Healing Space
Há oito anos o Txai inaugurou a sua estrutura mais especial, o Shamash spa. O nome shamash, também indígena, significa "medicina da floresta". Para ir até lá o ideal é solicitar um dos transfers internos do hotel se não quiser subir uma ladeira bem ingreme. Isso porque o Shamash foi erguido no ponto mais alto do terreno, possibilitando a vista mais perfeita para a praia. Vale uma subida só para apreciar a vista.
Massagens simples e exóticas, saunas e até banhos espirituosos são oferecidos no spa que já recebeu famosos como a atriz Camila Pitanga e a modelo Gisele Bundchen.
 Chegamos ao Shamash
 Esta é uma das salas para receber casais em massagens simultâneas
Esta é a piscina que pode ser usada livremente pelos frequentadores. Recomenda-se silêncio, bebida e cigarro estão proibidos aqui
 Olha que vista...
 ...que pode ser admirada direto dessas poltronas
 Um espaço para tomar um chá
 Na parede, esta é a mandala-símbolo do Shamash
 Chaises para descanso antes ou depois da massagem
 A sauna ganhou um janelão. Nada parecido com as saunas fechadas, um tanto claustrofóbicas
 No banheiro os hóspedes também encontram amenities Natura Ekos
 Após o término da sessão, a massoterapeuta sai em silêncio deixando o hóspede levantar calmamente e contemplar a natureza espetacular
 Momento do pôr-do-sol visto pela porta de entrada do spa
 O Txai oferece essa sala que pode ser usada para reuniões gourmets...
 ....essa é a outra sala que é normalmente usada quando o hóspede quer preparar um jantar junto com o chef, por exemplo
 A adega climatizada conserva em bom espaço os rótulos da casa
 Tem uma grande mesa de madeira e muitos compartimentos para as garrafas
 Essa é a recepção onde fizemos o check-out
 Uma grande árvore foi mantida no meio do espaço
 Antes de ir embora é hora de passar na lojinha para comprar os souvenires
 ou ainda itens de higiene...
...ou roupas de banho que podem ter sido esquecidas fora da mala
Serviço Txai Resort 48km ao norte de Ilhéus, 15km ao sul de Itacaré Itacaré, Bahia Reservas: 55 11 2627-6363 centralreservas@txairesort.com.br www.txai.com.br
*A reportagem do Hôtelier News se hospedou no Txai a convite do hotel.

Comentários