Unidades da Allia Hotels no Espírito Santo desenvolvem ações para economia de água


Um dos hotéis da rede em Vitória, capital capixaba
(foto: divulgação/Allia Hotels)

O Espírito Santo enfrenta uma das piores secas de sua história e a mais grave dos últimos 40 anos. O resultado é o racionamento de água para impedir que a situação piore. E em empreendimentos como hotéis a regra também vigora. Nas 11 unidades da Allia Hotels no Estado ações de conscientização para hóspedes e colaboradores são a medida da vez.

As iniciativas começam com informes espalhados nos quartos, passam por mensagens propondo que o hóspede não troque a toalha com apenas uma utilização e, nas estadias long stay, os lençóis e fronhas serão trocados a cada três dias ou a cada nova hospedagem.  

Para os hóspedes também foram desenvolvidas peças com orientações para o uso racional da água, tais como: fechar as torneiras enquanto escova os dentes ou se ensaboa no banho e também alertas para as datas e horários do racionamento nos bairros onde os hotéis da rede estão presentes.

"É um momento grave para todo o estado do Espírito Santo e, enquanto a seca não passa, precisamos agir em conjunto para sofrermos o menor impacto possível. Nossos colaboradores também foram convocados a colaborar com a economia no consumo", afirmou Luiz Antônio Fantin, diretor de Marketing da Rede Bristol.  

Serviço
alliahotels.com.br

Comentários