Uvas e vinhos são destaque do Park Hyatt Mendoza, na Argentina

    Park Hyatt Mendoza em quatro tempos, no sentido horário: manhã branca de neve no café Las Terrazas, entrada do cassino, um exemplar Malbec na variada adega e Nicolás Peralta no comando do Q Grill (fotos: Chris Kokubo e Raquel Guanaes)
 
Neve, cassino, carne e vinho, muito vinho. São estes os quatro principais atrativos de brasileiros ao Park Hyatt Mendoza, na Argentina, segundo Laura Méndez, coordenadora de Marketing e Comunicação do hotel. Ao descer do avião no aeroporto Francisco Gabrielli, o turista é saudado por uma pequena plantação de uva, um aperitivo do que está por vir na província de Mendoza.
Fica evidente, ao se hospedar no hotel, a força que o vinho tem por aqui. As salas de eventos trazem nomes de sepas, os amenities são à base de pepitas de uva, o bar chama-se Uvas Lounge e fotos de vinícolas decoram apartamentos e áreas comuns. Sem mencionar a adega que, com 4,5 mil garrafas, espalha-se por dois andares do Bistro M, o principal restaurante do meio de hospedagem.
Se o vinho é a menina dos olhos do Park Hyatt, neve, cassino e carne não ficam para trás. Confira no In Loco Especial desta semana o que o Hôtelier News vivenciou neste exemplar da mais elevada bandeira Hyatt em território argentino.
Por Chris Kokubo*
 
A imponente entrada foi restaurada do antigo Plaza Hotel 
 
Localizado em frente à Plaza Independencia, no centro da cidade, o Park Hyatt Mendoza oferece 186 apartamentos. A tradicional fachada foi mantida do antigo Hotel Plaza, praticamente todo destruído durante o grande terremoto que atingiu a região, em 1861. Aproximadamente 75% da população desapareceram e a construção da Plaza Independencia, alguns anos mais tarde, teve como objetivo oferecer um local subterrâneo que reunisse os mendozinos caso outro abalo sísmico chegasse com força à cidade. A construção dos edifícios da região, inclusive, segue rígidas normas anti-sísmicas.
Na Plaza Independencia, a fonte iluminada dá um belo show. Ao fundo, o brasão da cidade
Ao passar a porta rotatória, o hóspede dá de cara com um hotel moderno, que valoriza os artistas locais na decoração. A grande parede de vidro do lobby garante bastante iluminação natural no ambiente de pé direito alto e ar requintado.
É esta a visão que o hóspede tem ao entrar no hotel
 
À esquerda, o Bistro M, e à direita o Terrazas
 
O balcão da recepção fica à esquerda, logo depois da entrada do restaurante. Na praça, o colorido dos saborosos algodones dulces
À esquerda da entrada fica o Bistro M, o único restaurante com open kitchen em Mendoza. "Os clientes gostam de ver o que está sendo preparado e este restaurante recebe muitos passantes", garante Laura. Café da manhã, almoço e jantar, com cardápio que muda a cada duas semanas, aproximadamente, oferecem cozinha regional com influência francesa.
Do lado oposto à entrada do Bistro, encontramos o Las Terrazas de la Plaza, um café acolhedor que, como o próprio nome diz, tem um grande terraço com vista para a Praça Independência e serve um farto café da tarde. As opções gastronômicas do hotel completam-se com o piano bar Uvas, o The Vines Wine Bar & Vinoteca e, último a ser inaugurado, o Grill Q - Parrilla Argentina, especializado no grelhado argentino, que veio suprir um pedido dos hóspedes ávidos pelo corte hermano.
A cozinha aberta do Bistro M é outro atrativo do hotel
  O ambiente é requintado e acolhedor
 
O dia começa bem com frutas, pañuelos de dulce de leche...
 
 
Frios, pães, media lunas e as redondas tortitas raspadas, uma especialidade exclusiva da província de Mendoza
O convidativo espaço do Las Terrazas
 
No Bistro M, esta escada dá acesso ao piano bar Uvas. O hotel conta com dois sommeliers. São mais de 600 tipos de vinhos
Ao ar livre, sofás do The Vines Wine Bar & Vinoteca...
 
...que oferece uma enorme variedade de rótulos
 
O último restaurante a ser inaugurado no Park Hyatt foi o Q Grill, especializado na carne argentina
O primeiro cinco estrelas de Mendoza orgulha-se da sua área de eventos. O Salón de los Espejos, outra área remanescente do antigo hotel, pode receber até 450 pessoas em auditório e 240 em banquete. Seu pé direito de sete metros garante ambiente ideal para festas sociais e grandes bailes. Syrah, Merlot, Cabernet e Malbec são as outras salas de reunião, com capacidade para 20 a 150 pessoas em auditório."De setembro a novembro, nossa ocupação é fortemente influenciada pelos eventos. No entanto, durante o ano a proporção é de 36% business e 64% lazer, sendo 65% estrangeiros, principalmente norte-americanos e brasileiros. Por estar em uma localização estratégica, entre Santiago e Buenos Aires, Mendoza é bastante atraente para os negócios. Os Andes, a neve e as vinícolas, por sua vez, atraem muitas famílias de férias", explica Laura.
 
Salão dos Espelhos preparado para um casamento e duas salas menores com infraestrutura completa para eventos corporativos
A parte de trás do hotel apresenta a entrada do cassino, aberto das 10h às 6h
O grandioso Regency Casino Mendoza, que tem entrada independente pela rua lateral do Park Hyatt, também é administrado pelo hotel. Distribuído em dois andares, está aberto das 10h às 6h, quase 24 horas por dia. Juntos, cassino e hotel somam 800 colaboradores, sob a batuta do alemão Daniel Dolatre, gerente geral que chegou no início deste ano por lá. O hotel já esteve sob comando de Carl Emberson, que hoje está à frente do Grand Hyatt São Paulo.
Dos sete andares nos quais estão distribuídas as UHs, dois são reservados aos hóspedes fumantes. São cinco tipos de habitação: Andes, Park Deluxe, Park Suites, Suite Governador e uma suíte presidencial, com tamanho que varia de 36 a 180 m². Durante o último ano, os apartamentos tiveram carpetes, cortinas, aparelhos de TV, DVD e telefones substituídos. No amplo banheiro, muito vidro, espelho e luminosidade completam o design funcional do apartamento.
 
 
Cliques de um apartamento Park Suites, com banheiro espaçoso e muito conforto
 
A garrafa de vinho é oferecida com duas pequenas de Fernet, bebida italiana muito popular na Argentina
  Na suíte presidencial, cores frias, muitos amenities e, em uma das suítes, a cuba da pia fica dentro do closet
O corredor que dá acesso ao Kaua Club & Spa serve como galeria de arte. De dois em dois meses o trabalho de um artista mendozino diferente é apresentado ao público, que não precisa estar hospedado no hotel para apreciar as obras de arte. A área do spa oferece quatro salas de tratamento, cabeleireiro, academia completa, sauna, jacuzzi e ducha finlandesa, e todos os produtos são à base de uva. 'Kaua', aliás, significa 'água que corre entre as pedras' no idioma Huarpe, falado pelos autóctones de Mendoza. Um personal trainer está sempre à disposição dos hóspedes sem custo adicional. Lá fora, a piscina aquecida a 32ºC pode ser usada das 8h às 22h, em qualquer estação do ano.
A taxa de ocupação média do primeiro semestre deste ano, quando o medo da gripe suína afastou muitos turistas, chegou a 42,10%, com diária média de aproximadamente R$ 310. Para a temporada de verão, a expectativa é atrair mais visitantes e se preparar para o inverno de 2010, quando o hotel fica repleto de turistas em busca de esportes de neve.
Quando o Hôtelier esteve no hotel, a artista em exposição era Vivian Magis. No final do corredor, a entrada para o spa
 
As quatro salas de tratamento trazem nomes em Huarpe
Andrea Perez, há 2,5 anos no hotel, é fisioterapeuta e talentosa massagista. O spa oferece tratamentos tailandeses, feitos por profissionais nativas
A jacuzzi fica em frente às saunas. Há opção seca e úmida, exclusivas para homens ou mulheres
 
A área de descanso, interna ou na varanda, é coletiva. Academia com equipamento moderno, loja de artigos esportivos e personal trainer também podem ser encontrados no Park Hyatt Mendoza
 
Tudo é feito com produtos à base de uvas. Se quiser levar para casa, um vidro de shampoo sai em média por R$ 13.
A piscina do hotel é aquecida e pode ser usada à noite
Mendoza está a pouco mais de 400 km de Las Leñas, uma das principais estações de esqui da América do Sul, no município de Malargüe. Mais próxima, a 180 km, encontra-se Penitentes, outra área propícia para esportes de neve, próxima ao Aconcágua, o ponto mais alto sul-americano. Para quem não é fã do esporte, as vinícolas da região são uma boa pedida. Muitas oferecem degustações e preços pelas garrafas mais camaradas do que os encontrados na cidade.
Na capital mendozina, é grande a oferta de parques, restaurantes, bares, clubes noturnos e lojas. A Peatonal Sarmiento, muito próxima ao hotel, garante tranquilidade aos pedestres que querem apreciar, sem pressa, as vitrines, os alfajores, empanadas, vinhos e doces de leite argentinos. 
A Peatonal Sarmiento é exclusiva para pedestres e, eventualmente, para carros de fornecedores das lojas
Combinação irresistível: vinho mendozino e empanadas
 
A foto à esquerda foi tirada do restaurante Decimo, no 10° andar do edifício Gomez, uma boa pedida para o almoço ou happy hour. A da direita é uma das alamedas do belo Parque General San Martin
Apesar do clima desértico, a cidade é bastante arborizada graças ao sistema de irrigação criado pelos Huarpes, que utiliza a água de degelo dos Andes. O San Martin é o maior parque da cidade e abriga a Universidad Nacional de Cuyo
 
Na Praça Independência, em frente ao hotel, a feira de artesanato faz a festa de muitos turistas
 
O Monumento de la Pátria al Ejército de los Andes, no Cerro de la Gloria, estampa a nota de cinco pesos argentinos, e a arara é um dos exemplares do zoológico, ambas atrações do Parque San Martin
Em março, o teatro grego Frank Romero Day, próximo ao Cerro de la Gloria, recebe a grandiosa Fiesta Nacional de la Vendimia, que celebra o final da colheita de uva
Mas fique atento e programe-se: em Mendoza vale a lei da siesta, ou seja, das 13h às 16h30, a grande maioria dos estabelecimentos comerciais está fechada. E não adianta reclamar. Enquanto os comerciantes descansam, aproveite para caminhar pelos parques e ruelas arborizadas da cidade, ou desfrutar de todas as facilidades e mordomias que um dos dois únicos Park Hyatt sul-americanos oferece - o outro, também em solo argentino, está na capital Buenos Aires.
A gaúcha Virginia Scherer, diretora de Marketing e Vendas, que chegou no início deste ano ao hotel, acompanhada por Macarena Serra, gerente de Marketing e Comunicação, e Laura Méndez, coordenadora do mesmo departamento
Para quem quer conhecer um pouco de Mendoza, acontece desta quinta (28) a segunda (2), a Semana de Mendoza no Shopping Eldorado, em São Paulo, com degustação de vinhos, mostra fotográfica, promoção do destino e concurso cultural. Uma boa oportunidade de saborear um pouco do gostinho das uvas e vinhos mendozinos e programar as próximas férias in loco.
Serviço
Park Hyatt Mendoza
Chile, 1124
M5500EOJ
Mendoza
Argentina
* A equipe do Hôtelier News hospedou-se no Park Hyatt Mendoza a convite do hotel.

Comentários