Vale do Jiquiriçá Hotel (BA): conheça o Baixo Sul da Bahia

Entrada do hotel Vale do Jiquiriçá
(fotos: Cristiano Macchi)
O In Loco desta semana apresenta o Vale do Jiquiriçá Hotel, que fica no início da região conhecida como Baixo Sul, na Bahia. Aposto que o leitor já ouviu falar em Litoral Norte, Costa do Descobrimento, Recôncavo, mas "Baixo Sul"? Ainda pouca conhecida, esta zona turística baiana contempla  municípios como Jiquiriçá, Guaibim, Cairu e Taperoá, localidades onde predomina o cultivo do cacau e do dendê.
O Vale do Jiquiriçá dista aproximadamente 250km de Salvador, onde está o aeroporto mais próximo. O acesso terrestre é facilitado pela excelente qualidade da estrada e ainda há a possibilidade de encurtar o trajeto utilizando o serviço de ferry boat a partir da capital baiana.
O hotel - até hoje sem concorrentes na região - foi construído há 20 anos pelo Governo da Bahia numa tentativa de alavancar o turismo no local, que tem uma rica hidrografia, com cachoeiras, rios próprios para banho, além de muito verde.
Nessa época, alguns hotéis foram construídos pelo poder público em diferentes regiões do Estado e colocados à disposição de operadores interessados. Um deles foi o casal de soteropolitanos Verena e André Dórea, ela, jornalista, e ele, engenheiro agrônomo. Quando os dois conheceram o hotel, em meio a 25 mil m2 de área verde, foi paixão à primeira vista. Ganharam a concorrência para arrendamento da propriedade e se mudaram para lá, tornando-se definitivamente hoteleiros. Em 1994, compraram o empreendimento do governo.
Desde o início, o principal instrumento de divulgação utilizado pelos donos foi a conhecida propaganda boca-a-boca. "Temos clientes que vem para cá frequentemente há anos e um cliente sempre vem indicado pelo outro", diz Verena, que recebe principalmente famílias com crianças, vindas de Salvador.
Atualmente, a diária média fica em torno de R$ 160, com café da manhã incluso. Toda a equipe de colaboradores é formada por moradores da região, treinados diretamente pelos proprietários.
Agora, apresentamos em imagens o Vale do Jiquiriçá Hotel e um pouco da beleza da região do Baixo Sul.
Por Délia Coutinho*
Área interna do hotel: as UHs do tipo bangalô estão espalhadas pela área verde. Algumas mais próximas à piscina
 Nesta casa fica a recepção, um salão para eventos no mezanino e o lobby. A área tem cobertura wi-fi de uso gratuito. Lá também fica a casa dos proprietários do hotel
Aqui fizemos nosso check-in e check-out
 Na varanda, mesas de jogos para divertir as crianças...
...e essas poltronas, ideais para relaxar apreciando a vista. Esta área tem uma atmosfera de casa de praia, informal e aconchegante
 Dentro da casa, no lobby, há ainda uma mesa de sinuca adulto...
 ...e uma infantil
 No mural estão as opções de passeios externos ofertados pelo hotel, como caminhadas ecológicas e passeios de cavalo
Do lado do hotel está a cachoeira Jiquiriçá, muito frequentada por moradores das redondezas
 
 A arara dá nome ao restaurante que fica ao lado da área da piscina. A arquitetura segue a mesma linha das UHs, em madeira e palha de coqueiro no teto
 Buffet de café da manhã com bolos, frios, cuscuz, mingaus, frutas...
 sucos, pães...
 
Todos os laticínios são produzidos com o leite das vacas do hotel
 Muito pedido no horário do jantar, principalmente pelas famílias com crianças, o 'Café da Noite' é composto por pães, biscoitos, torradas, aipim, batata doce...
 Assim como todos os pratos do cardápio, o couvert é farto
Comida caseira com pratos fartos para duas pessoas estão no cardápio a la carte
 Se o hóspede quiser almoçar ou jantar na área da piscina não há problema. Na foto, uma carne do sol com pirão de leite...
...e aqui um peixe grelhado em posta. Infelizmente não pudemos provar o marisco mais típico da região, o pitu, cuja pesca estava proibida devido ao período de reprodução
 Essa é a sobremesa carro-chefe: uma cocada que mais parece um pudim, uma delícia!
 As duas piscinas, infantil e adulto, têm formato hexagonal. Acima visão da área durante a noite...
 ...e aqui durante o dia
 Cada bangalô do hotel comporta duas suítes. Já imaginou dormir ouvindo o barulhinho da água corrente da cachoeira?
 Subindo essa escada, no alto, estão dois bangalôs com suítes um pouco maiores
 Uma delas foi ocupada pelo equipe do Hôtelier News
 Chegamos à porta da nossa suíte
 Ao abri-la, a primeira vista é do quarto com dois leitos, casal e solteiro. Decoração simples e com conforto na medida
 O armário rústico feito em madeira de eucalipto junto com o frigobar. A porta dá acesso ao banheiro
Close do frigobar
 O aparelho de TV merece ser renovado
 O arranjo de flores na cabeceira enfeita o quarto com charme natural
 No banheiro, o box tem um espaço excelente
 Vista da nossa suíte para outras duas embaixo. Notem a imensa área remanescente da Mata Atlântica que circunda o hotel
 Todas as UHs têm uma varandinha com rede
Lazer
Os proprietários preferem não chamá-lo de hotel-fazenda, mas há diversos atrativos típicos do turismo rural no Vale do Jiquiriçá, como cavalos, pequeno curral e plantação de cacau integrada à estrutura. Seguindo uma trilha de uns 700 metros, chega-se ao local chamado de Prainha, área com campo de futebol, churrasqueira e um trecho do rio que mais parece uma piscina natural. O pedacinho de oásis particular do hotel é uma excelente alternativa para os feriados, quando a cachoeira principal fica lotada de moradores da região.
A área das piscinas, integrada ao bar e restaurante, é sempre ponto de frequência intensa. Muitos hóspedes em sua estada só fazem questão de relaxar na beira da piscina, curtindo o ar puro, enquanto as crianças brincam.
Periodicamente, o hotel é também destino de grupos: estudantes, terceira idade, funcionários em treinamentos. Nessas temporadas, o empreendimento chega a receber até 80 pessoas e oferece uma programação específica, que inclui adaptações no serviço de A&B. "Também em períodos de muita procura, como o São João, em junho, oferecemos ceia e programação musical temática", diz Verena.
 Basta atravessar esta ponte para chegar à cachoeira ao lado
 Uma curiosidade: em várias portas do hotel vimos uma carranca de madeira, símbolo supersticioso de proteção muito comum na Bahia
Do outro lado, o banho de cachoeira está a espera
 Visão geral da cachoeira Jiquiriçá, que é cercada de bares
 Decidimos experimentar o passeio de charrete até a Cachoeira do Boqueirão. Leva duas horas para ir e voltar
 No caminho, passamos por muitas plantações de cacau e áreas de pasto...
...até chegar ao destino
 Cachoeira isolada, ideal para um banho relaxante
 
Acima imagens de pés de cacau que ficam dentro do área do hotel
 Uma das vacas do curral
 Chegamos à área apelidada de Prainha. O espaço é muito utilizado quando o hotel recebe grupos. Há uma churrasqueira e também um campo de futebol
 e este é o trecho da Prainha, ideal para quem aprecia um revigorante banho gelado!
Serviço Hotel Vale do Jiquiriçá BR 420, Km 39 Jiquiriçá - BA 55 75 3651-2179 www.valedojiquirica.com.brcontato@valedojiquirica.com.br
* A reportagem do Hôtelier News se hospedou a convite do hotel

Comentários