Valéria Vieira: Máquina do tempo; bagagem de vida para um hóspede mais feliz


Valéria Pina Vieira
(foto: arquivo pessoal)
 

Tendência muito conhecida e utilizada em muitas áreas como moda, decoração e música, a Máquina do Tempo nada mais é do que trazer objetos, móveis e demais itens que resgatem as tradições e tudo mais o que for antigo e que nos traga a sensação de conforto e nos permita reviver tempos e momentos gostosos e divertidos da vida.

Vale lembrar que o estilo retrô tem como inspiração o design antigo e não se trata de reutilizar coisas velhas, como faz o estilo vintage, que permite a reconstrução ou restauração para que sejam aplicados na nossa rotina. Trazer estes itens, tanto retrô quando vintage, para a hotelaria é bem simples, pois uma peça de decoração ou um item lúdico pode agradar hóspedes e clientes que circulam pelos ambientes e desfrutam da estrutura dos meios de hospedagem. Mesmo em pequenas doses, eles trazem tranquilidade e podem mexer com a emoção de cada um de nós.

Outros sentidos também podem ser envolvidos neste processo, como, por exemplo, cheiros que remetam à infância, músicas de época e jogos ou atividades que resgatam da memória outros tempos. Cheiro de bolo assando ou café moído, que fazem parte de um menu temático com junto aos lanches divertidos, podem acolher o hóspede e ajudar na fidelização e identificação com a marca.

Música, moda e decoração fazem isso numa escala cada vez maior. Primeiro com a volta do vinil e, nos últimos anos, com a fita K7, muitos artistas de peso têm investido em lançamentos exclusivos nestes formatos para os consumidores mais exigentes e que optam por essa experiência. Só em 2014 já são mais de 300 títulos lançados para o mercado de fitas K7.

E não são apenas as gerações mais velhas que compram a ideia, a garotada que nasceu na época do CD também quer participar desta experiência. 

Combinar o antigo com o novo é a melhor saída para manter a estrutura e agregar ao valor ao seu negócio. Pensando nisso, crie produtos e serviços que resgatem as memórias do seu hóspede. As referências são diversas e nem precisa ir muito longe, as décadas de 80 e 90 estão em alta e vieram para ficar.

Alguns hotéis já têm aplicado esta tendência em suas estratégias. O The Plaza lançou sua versão do famoso jogo Monopoly, inspirado nas características e histórias do hotel nova-iorquino. Os pinos do jogo são: xícara de chá, garrafa de champanhe, carro de luxo e outros ícones que lembram o hotel. 
Também é possível combinar atividades para que a experiência fique ainda mais divertida. O The Mark Hotel, também em Nova York, oferece um picnic gourmet com transporte feito por bicicletas customizadas. As bikes remetem à marca do hotel e a comida é preparada pelo chef. O picnic ainda inclui uma toalha para poder se esticar.

O diferencial é proporcionar experiências e bagagem de vida. Para que seus hóspedes e clientes se lembrem de você e, de preferência, contem para todo mundo. Principalmente nas redes sociais!

*Valéria Pina Vieira é especialista da Mapie, empresa que elabora, implanta e desenvolve processos de gestão, além de pensar estrategicamente na estruturação e criação de novos negócios. Pautada pela integridade, ética, transparência e sustentabilidade, apresenta em sua plataforma de gestão metodologias sólidas e inovadoras. O conhecimento organizacional e a otimização dos recursos humanos e financeiros são facilmente demonstrados através da verificação dos resultados alcançados, os quais norteiam seu modelo de remuneração.

Contato
www.mapie.com.br

Comentários