Virgin Atlantic tem pedido de operação no país autorizado

virgin atlantic - autorização AnacAutorização à Virgin Atlantic ocorre quase um ano após anúncio do voo

Praticamente um ano depois do anúncio oficial, a Virgin Atlantic ganhou autorização da Anac para operar no Brasil. A decisão foi publicada na edição de ontem (20) no Diário Oficial da União. A companhia aérea britânica pretende voar a rota Londres-Guarulhos, a partir de março de 2020. Antes, entretanto, deverá registrar seus voos na agência reguladora.

Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo, celebrou a notícia e ressaltou a importância da abertura da aviação brasileira ao capital estrangeiro. A medida foi anunciada no ano passado pelo governo Jair Bolsonaro e vem atraindo empresas aérea de diversos países.

“Esta é uma meta deste governo: fornecer um ambiente propício para novos investimentos, movimentar a economia e aumentar a competitividade do turismo. Novas empresas aéreas e novas ofertas de voos tendem a baixar o preço das passagens e aumentar o poder de consumo de turismo dos brasileiros e estrangeiros que vêm ao Brasil”, ressalta Antônio.

Virgin Atlantic tem cia

A autorização dada pela Anac à empresa britânica ocorre menos de duas semanas após a confirmação da chegada da Air Nostrum ao Brasil. A companhia espanhola vai operar rotas domésticas regionais a partir do segundo semestre de 2020.

Antes delas, uma série de outras empresas aéreas já haviam anunciado voos no Brasil. Entre elas, Norwegian, Sky Airlines, Flybondi e JetSmart, sendo que todas já iniciaram operações com voos internacionais para o país.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Virgin Atlantic

Comentários