WTM-LA: Maksoud Plaza comemora crescimento de 25% em seu faturamento no primeiro trimestre

Salvagnini ressalta a importância da ferramenta de RM no hotel

Mal acabamos o primeiro trimestre e o Maksoud Plaza já tem motivos para comemorar seus resultados financeiros. Em comparação com o mesmo período do ano passado, o empreendimento viu o faturamento crescer 25%, fechando ainda março com média de 77% de ocupação. 

Eduardo Salvagnini, diretor de Vendas e Marketing do Maksoud Plaza, reconhece a soma de potenciais fatores para alcançar os resultados obtidos. “Desenvolvemos nossa própria ferramenta de RM (Revenue Management) para eventos. Além disso, fizemos modificações e demos a devida atenção ao nosso time de colaboradores e ao nosso atendimento”, explica. 

A expectativa é que o meio de hospedagem, que totaliza 416 acomodações, feche o semestre de acordo com o primeiro trimestre. “A performance da hospedagem teve crescimento de certa forma até tímido. Já o segmento de eventos teve expansão expressiva. Temos um espaço flexível, que teve ainda processo de modernização que está fazendo muita diferença”, diz. "O segmento registra alta de 30% na análise ano contra ano e representa de 30% a 40% da nossa receita”, completa.

Maksoud Plaza: Principais apostas

O ano de 2017 não foi para se reclamar, diz Salvagnini. “Foi muito bom, recuperamos uma queda do ano anterior, o que já é muito relevante. Era a ponta final da crise, em que a tendência era cair, principalmente no segundo semestre. Contudo, revertemos este patamar e adquirimos ótimos resultados”, destaca. Recentemente, o hotel divulgou estimativas para o desempenho deste ano.

De acordo com o profissional, as duas principais linhas de atuação serão o foco no crescimento da diária média e do RevPar. “Decidimos ter a ferramenta de RM justamente por estar muito atentos a estes pontos. É a forma que conseguimos equilibrar uma boa ocupação e com bastante margem”, finaliza. 

(*)Créditos da Foto: Felipe Lima/Hotelier News

Comentários