WTM-LA: Marambaia Hotel e Convenções estima fechar ano 90% de ocupação

Daniela Argenta e Juliane Pascale, do Marambaia Hotel e Convenções

O ano de 2017 demonstrou que a Marambaia Hotel e Convenção conseguiu lidar bem com as adversidades. No ano passado, a ocupação média foi de 82% e, para 2018, espera-se uma adição de pelo menos três pontos percentuais no indicador, revela Juliane Pascale, supervisora Comercial do empreendimento. 

Para chegar lá, uma das principais apostas é o público do Mercosul. “Já tivemos uma época em que atendíamos bem aos estrangeiros do Mercosul. Infelizmente, o Brasil passou por essa crise, o que os afastou. Agora, vemos que podemos retomar esse mercado, principalmente argentinos, chilenos e paraguaios”, explica a executiva.

Segundo Juliane, a expectativa é que este público, que atualmente representa menos de 10% da ocupação, chegue a quase 40%. “Nos três primeiros meses do ano, tivemos uma participação de 20% do público do Mercosul. Queremos ir além”, revela. Para chegar lá, o empreendimento tem investido na participação de feiras e aspostado em campanhas nas redes sociais. 

Marambaia: reformas

Primeiro hotel de Balneário do Camboriú (SC), o Marambaia Hotel e Convenções aproveitou o mês de outubro para investir aproximadamente R$ 500 mil em um retrofit nos quartos standart. As remodelações duraram dois meses, informou Juliane. Dividido em duas torres e totalizando 128 acomodações, o empreendimento não deixou de funcionar durante a reforma. Só de novos enxovais, foram gastos cerca de R$ 100 mil. Além disso, foram substituídos mobílias e banheiros, com modificações também em sua planta. 

(*) Créditos da Foto: Felipe Lima/ Hotelier News

Comentários