';
rappi travel - lançamento - capa

"Bem-vindos ao nosso novo portal! "

Peter Kutuchian
Founder & CEO
Cursos
icone de um computador com um LMS (learn management system)
Confira nossos cursos

Rappi Travel é lançado oficialmente com 20% de cashback

Por Nayara Matteis 8 de outubro de 2020

No início de agosto, o Hotelier News já havia adiantado a novidade. Hoje (8), o Rappi lançou oficialmente sua nova funcionalidade, o Rappi Travel. A OTA do aplicativo chega ao mercado no momento da retomada do turismo buscando fomentar a recuperação do setor com a venda de passagens aéreas e reservas de hotel com 20% de cashback em sua estreia. A ação é valida pelo período de até 90 dias.

Em coletiva de imprensa virtual, Sergio Saraiva Pontes, CEO da Rappi Brasil, apresentou o novo produto, já disponível via aplicativo. “A nova vertical do Rappi é uma linha de negócios de viagens, consolidando cada vez mais nossa posição na América Latina. Começamos a desenvolver no início do ano e devido à pandemia seguramos o lançamento. Já temos o início da retomada da atividade econômica do turismo e queremos ajudar esse ecossistema a acelerar seu crescimento”.

A gigante do setor de tecnologia está no mercado há cinco anos, presente em nove países da América Latina e em 100 cidades brasileiras. Em setembro, a startup colombiana recebeu uma nova rodada de aportes no valor de US$ 300 milhões, entretanto o CEO afirma que a ferramenta já vinha sendo desenvolvida antes dos investimentos.

Este ano, a empresa já vinha inovando com outros lançamentos como o Rappi Games, Rappi Lives Events e Rappi Music. Além dos recursos de viagens e entretenimento, o app ainda tem grande expressão nos mercados de alimentação, farmácias, supermercados e distribuidoras de bebidas.

rappi travel - lançamento oficial - interna

OTA da startup colobiana vai oferece reservas de hotéis, além de passagens aéreas e rodoviárias

Rappi Travel: experiência do usuário

Reforçando o conceito de escuta ativa do cliente, o Rappi viu no mercado de turismo uma demanda em ascensão. Com a proposta de oferecer uma experiência 100% automatizada para reservas, mudanças de tarifas, datas e reembolsos. “Oferecemos todos os serviços que outras OTAs disponibilizam, mas com o diferencial de inovação e cashback de 20% nos primeiros 90 dias de lançamento. Já aqueles que optarem pelo uso do cartão Elo receberão mais 10% de desconto na primeira compra no novo botão. Fizemos isso para chamar atenção do usuário não só pelo serviço, mas também na relação custo-benefício”, salienta Saraiva.

Dentro do aplicativo há um alerta de preços entre outras funcionalidades. Apesar de todas as ferramentas não estarem plenamente automatizadas, a startup espera que em até dois meses o processo de digitalização seja inteiramente concluído. Enquanto isso, uma central de atendimento será mantida ativa para dar suporte aos usuários. “A ideia é termos uma experiência única dentro do celular”.

Em um primeiro momento, a plataforma venderá passagens e reservas separadamente, mas o CEO garante que em breve pacotes serão lançados de acordo com o perfil do consumidor. “Nossa proposta é oferecer pacotes usando dados de utilização do usuário dentro ao app e entender o perfil de cada um”.

Retomada do turismo

Em participação especial na live, Vinicius Lummertz, secretário estadual de Turismo de São Paulo, destacou a importância do alinhamento entre o turismo e empresas de tecnologia para a retomada do setor. “Entendo que tecnologia em turismo gera empregos. Na indústria, precisamos aumentar a proatividade com a vinda de empresas”, diz. “É uma importante integração das companhias para aumentar o valor e melhorar a experiência de viagens, além de ampliar o mercado e integrar toda a cadeia”.

O Rappi Travel firmou parcerias com empresas de turismo como Hotelbeds, Expedia e Hoteldo, e as redes Atlantica, Bourbon, Nacional Inn, Wyndham e GJP Hotels & Resorts. A nova vertical também anuncia parceiros de programas de pontos, como Livelo, TudoAzul e Dotz. Já para o transporte rodoviário o Rappi fechou parceria com a ClickBus.

Até o momento, ainda em fase de testes, foram vendidas 1,5 mil tíquetes aéreos, superando as expectativas da empresa. Nos próximos 60 dias, outros serviços serão integrados ao aplicativo como aluguéis de carros. Já outras funcionalidades como venda de ingressos de parques serão implementadas gradativamente. “À medida que o Rappi Travel for consolidado vamos trazendo novidades. Estamos também estruturando serviços b2b e, em breve, teremos mais uma etapa de lançamento”, finaliza o CEO.

(*) Crédito da capa: reprodução da internet

(**) Crédito da foto: Schutterstock